Maioria dos brasileiros reprova gestão do extremista Jair Bolsonaro contra pandemia, revela pesquisa do Datafolha

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Presidente exibe uma caixa de cloroquina. Remédio ineficaz contra a covid é promovido insistentemente pelo extremista. Pesquisa Datafolha também aponta que 46% dos brasileiros consideram que Jair Bolsonaro é o principal culpado pela situação da pandemia, que já deixou mais de 530 mil mortos no país.
Presidente exibe uma caixa de cloroquina. Remédio ineficaz contra a covid é promovido insistentemente pelo extremista. Pesquisa Datafolha também aponta que 46% dos brasileiros consideram que Jair Bolsonaro é o principal culpado pela situação da pandemia, que já deixou mais de 530 mil mortos no país.

A avaliação dos brasileiros em relação a gestão de Jair Bolsonaro piorou, segundo pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira (09/07/2021). Ainda segundo o instituto, quase metade dos brasileiros apontam o presidente como o principal culpado pela situação sanitária do país, que acumula mais de 530 mil mortes notificadas por covid-19.

Segundo o Datafolha, a gestão de Bolsonaro em relação ao coronavírus é ruim ou péssima para 56% dos entrevistados. É um crescimento de cinco pontos percentuais em relação à pesquisa anterior, realizada em maio, quando 51% reprovaram a gestão.

A avaliação de Bolsonaro na gestão da pandemia

  • Ruim/péssimo: 56%
  • Regular: 21%
  • Bom/ótimo: 22%
  • Não sabe: 1%

O levantamento ainda perguntou aos entrevistados quem eles consideram como o principal culpado pela situação sanitária do país. Bolsonaro foi apontado por 46% dos entrevistados. Na pesquisa anterior, em maio, 39% tinham essa avaliação.

Ao longo da pandemia, Bolsonaro minimizou frequentemente os riscos do coronavírus, além de promover curas sem eficácia e tentar sabotar iniciativas de vacinação e combate à doença lançadas por governadores em resposta à inércia do seu governo na área. No momento, o presidente também é um alvo de uma CPI, que investiga a má gestão do Planalto e suspeitas de corrupção na compra de vacinas.

O principal responsável pela situação atual da pandemia no Brasil

  • Presidente: 46%
  • Governadores: 18%
  • Prefeitos: 10%
  • Todos: 7%
  • Nenhum: 9%
  • Outros: 4%
  • Não sabe: 6%

A pesquisa Datafolha ouviu 2.074 pessoas em 7 e 8 de julho em 146 cidades brasileiras.  A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos.

Mais cedo, o Datafolha divulgou que 59% dos eleitores brasileiros não votariam em Bolsonaro de jeito nenhum em 2022. É a maior rejeição entre todos os nomes incluídos na pesquisa. Lula e Doria, por exemplo, aparecem com 37% cada. Ciro Gomes, 31%. O instituto também mostrou que Lula ampliou sua vantagem sobre Bolsonaro em 2022 e que o petista pode ganhar o pleito ainda no primeiro turno.

Na quinta-feira, o Datafolha apontou ainda que a reprovação ao governo Jair Bolsonaro atingiu a marca de 51%, o índice mais alto entre todos os levantamentos realizados pelo instituto desde a posse, em janeiro de 2019. Outra etapa da pesquisa indicou que a maioria dos brasileiros considera Bolsonaro desonesto, incompetente, despreparado, indeciso, falso e autoritário.

*Com informações do DW.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113486 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]