“Estou em choque. Fui atropelado por um trem”, diz general Ramos sobre demissão do ministério do Governo Bolsonaro

O general da reserva Luiz Eduardo Ramos afirmou, nesta quarta-feira (21/07/2021) que não tinha ideia de que seria demitido da Casa Civil. Embora tenha se encontrado com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) dois dias antes, o ministro garantiu que a demissão o deixou "em choque". Acuado de um lado pela CPI da Covid, de outro pelas pesquisas eleitorais, Bolsonaro reagiu abrindo de vez o governo ao PP, maior partido do centrão. O senador Ciro Nogueira (PP-PI), que comanda a minoria governista na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, vai assumir a Casa Civil.
O general da reserva Luiz Eduardo Ramos afirmou, nesta quarta-feira (21/07/2021) que não tinha ideia de que seria demitido da Casa Civil. Embora tenha se encontrado com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) dois dias antes, o ministro garantiu que a demissão o deixou "em choque". Acuado de um lado pela CPI da Covid, de outro pelas pesquisas eleitorais, Bolsonaro reagiu abrindo de vez o governo ao PP, maior partido do centrão. O senador Ciro Nogueira (PP-PI), que comanda a minoria governista na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, vai assumir a Casa Civil.

O general da reserva Luiz Eduardo Ramos afirmou, nesta quarta-feira (21/07/2021) que não tinha ideia de que seria demitido da Casa Civil. Embora tenha se encontrado com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) dois dias antes, o ministro garantiu que a demissão o deixou “em choque”.

“Eu não sabia, estou em choque. Fui atropelado por um trem, mas passo bem”, disse ele ao jornal Estadão. O atual titular da pasta vai para a bem menos prestigiada Secretaria-Geral da Presidência, onde está Onyx Lorenzoni, do DEM.

O senador Ciro Nogueira (PP-PI), que comanda a minoria governista na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, vai assumir a Casa Civil, de onde fará a articulação política com o amigo Arthur Lira (PP-AL), presidente da Câmara dos Deputados.

Segundo Ramos, o presidente já comunicou a ele a sua substituição pelo senador Ciro Nogueira (PP-PI), mas o general não confirmou sobre sua eventual ida para a Secretaria-Geral da Presidência, no lugar do ministro Onyx Lorenzoni.

“O presidente é ele, eu sou soldado, cumpro missão. Aprendi, em 47 anos de vida militar, que soldado não escolhe missão. Se ele me der outra no governo, eu aceito”, disse.

Para o general, a troca se deu “por motivos políticos, óbvio”, disse ao jornal.

“Se eu estivesse sendo trocado por alguém formado em Oxford, ou Harvard, tudo bem, poderiam dizer que falhei. Mas é por um político aliado do presidente, é assim que funciona”.

*Com informações do Yahoo Notícias

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112840 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]