Deputado Zé Neto critica corrupção em compras de vacinas contra a Covid-19 pelo Governo Bolsonaro

Deputado federal José Cerqueira Neto (Zé Neto, PT-BA) critica corrupção no Governo Bolsonaro.
Deputado federal José Cerqueira Neto (Zé Neto, PT-BA) critica corrupção no Governo Bolsonaro.

O deputado federal José Cerqueira Neto (Zé Neto, PT-BA) chamou a atenção para as graves acusações de corrupção no governo federal. “Está claro agora que o governo federal fez de tudo para impedir a compra de 39 milhões de doses da vacina Sputnik, pelo Consórcio do Nordeste, porque não fazia parte do esquema. Se o governo não tem nada a temer, vamos fazer a CPI da Vacina na Câmara”, propôs o parlamentar em pronunciamento na Câmara dos Deputados, nessa terça-feira (29/06/2021).

Na sexta-feira passada (25), os irmãos Luis Carlos Miranda, deputado federal e Luis Ricardo Miranda, servidor do Ministério da Saúde apontaram uma série de irregularidades na compra de 20 milhões de doses da vacina Covaxin, pelo governo federal.

O negócio de R$ 1,6 bilhão teria a participação do líder do governo na Câmara, deputado Ricardo Barros (PP-PR) e não foi concluído porque o esquema se tornou público. O servidor Miranda disse que informou pessoalmente ao presidente Jair Bolsonaro sobre a irregularidade e ele nada fez. Até hoje (29), o presidente ainda não se pronunciou sobre as acusações.

“Os parlamentares governistas que tentam camuflar os escândalos, deveriam se lembrar do que falavam. Acusavam sem nenhuma prova a presidenta Dilma e se diziam defensores da honestidade. A Câmara deveria parar tudo agora e tratar de apenas dois assuntos: vacina e impeachment. Nós vamos avançar ou não?”, indagou o deputado.

Confira vídeo

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112678 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]