Confederação de Ginástica Artística confirma sete atletas na Olimpíada

Atletas brasileiros estreiam em Tóquio na madrugada de 24 de julho de 2021.
Atletas brasileiros estreiam em Tóquio na madrugada de 24 de julho de 2021.

A Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) divulgou nesta quarta-feira (30/06/2021) a relação dos atletas que representarão o país na Olimpíada de Tóquio (Japão). A delegação masculina terá quatro generalistas (ginastas que se apresentam em todos os aparelhos) na disputa por equipes:  Arthur Nory, Caio Souza, Diogo Soares e Francisco Barretto Júnior. Na prova individual das argolas, único ginasta brasileiro será Arthur Zanetti, campeão olímpico, mundial e pan-americano neste aparelho. Entre as mulheres, Flávia Saraiva e da Rebeca Andrade já estavam asseguradas em Tóquio.

“Nenhum processo seletivo é fácil. Apesar de termos os critérios definidos desde o início, chegar à composição é sempre um grande desafio. A comissão técnica avaliou os resultados em competições, potencial de resultado, contribuição para a equipe, constância e assertividade, análise de performance, evolução técnica, disciplina e condição física”, explicou Marcos Goto, coordenador da equipe masculina e um dos treinadores do time, em depoimento ao site da CBG.

Entre as mulheres, o Brasil garantiu duas vagas nominais: Flávia Saraiva, em 2019, no Mundial de Ginástica Artística em Stuttgart (Alemanha), e Rebeca Andrade, no início deste mês no Campeonato Pan-Americano, no Rio.

“A Flávia, no Mundial de Stuttgart, teve totais méritos. Acho que foi a melhor competição dela no individual geral”, afirma o treinador Francisco Porath Neto. Ele elogiou ainda o desempenho de Rebeca na competição no Rio. “Já Rebeca Andrade, na avaliação de Porath, mostrou qualidades no Campeonato Pan-Americano do Rio. “Ela está muito forte e confiante para executar os exercícios. Conseguiu um somatório muito bom no individual geral, e agora é acertar detalhes”.

Em Tóquio 2020, a seleção masculina, de acordo com sorteio da Federação Internacional de Ginástica (FIG), disputará na Subdivisão 2, ao lado de Suíça, Grã-Bretanha, Japão e de dois grupos mistos. O Brasil estreia na madrugada do dia 24 de julho, às 2h30 (horário de Brasília). No dia seguinte, às 8h20, será a vez das ginastas Flavia Saraiva e Rebeca Andrade iniciarem a jornada em busca de medalhas. Elas estão no Grupo misto 2, ao lado de atletas do Egito, Suécia e Belarus. Os grupos mistos são formados formado por países cuja equipes estão incompletas. É o caso da delegação feminina brasileira. Flávia e Rebeca competirão em todos os aparelhos. Pelo sorteio da FIG, as brasileiras caíram na caíram na Subdivisão 5, com Alemanha, Bélgica e as atletas do grupo misto 5.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 115121 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.