CAE do Senado aprova indicação de Vilma da Conceição Pinto para diretoria da Instituição Fiscal Independente

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Vilma da Conceição Pinto foi aprovada pela Comissão de Assuntos Econômicos para o cargo de diretora da Instituição Fiscal Independente (IFI), em substituição à Josué Alfredo Pellegrini.
Vilma da Conceição Pinto foi aprovada pela Comissão de Assuntos Econômicos para o cargo de diretora da Instituição Fiscal Independente (IFI), em substituição à Josué Alfredo Pellegrini..

O Senado aprovou nesta segunda-feira (05/06/2021), como parte da semana de esforço concentrado, a indicação da economista Vilma da Conceição Pinto para o cargo de diretora da Instituição Fiscal Independente (IFI). A vaga havia sido aberta com a saída de Josué Alfredo Pellegrini, que concluiu seu mandato de quatro anos na instituição. A indicação (OFS 5/2021) segue para a votação em Plenário.

Criada em 2016, a Instituição Fiscal Independente do Senado busca ampliar a transparência nas contas públicas. A indicação de Vilma Pinto foi feita pelo presidente da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), senador Otto Alencar (PSD-BA). O relatório do senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) foi lido pelo senador Esperidião Amin (PP-SC).

Na sua manifestação, Vilma Pinto afirmou estar lisonjeada por compor a IFI, cujo trabalho acompanha desde a criação. Ela destacou que, no atual contexto econômico e social, as instituições fiscais ganham maior relevância. Ela citou artigo do banco mundial sobre o papel desse tipo de instituição para reorientar o foco para a sustentabilidade das finanças públicas à medida que os países superam a pandemia.

Sobre a situação do Brasil, a indicada afirmou que o país vive uma situação de desequilíbrio fiscal desde 2014, quando foi evidenciado déficit fiscal primário A situação, lembrou, é persistente e precisa de mais esforços para ser superada.

É inegável que foram feitos esforços no sentido de reduzir essa trajetória, mas ainda há desafios a superar para alcançar o reequilíbrio fiscal com qualidade e eficiência dos gastos públicos. Entre eles, podemos citar a necessidade de melhorar as políticas de assistência aos mais vulneráveis e de retomar investimentos públicos eficientes — disse.

Currículo

Vilma da Conceição Pinto é graduada em economia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) e mestre em economia empresarial e finanças pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), com dissertação sobre os impactos da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) no nível de endividamento dos estados.

Iniciou a carreira profissional no Instituto Brasileiro de Economia da FGV, onde trabalhou de 2014 a 2020. Neste período, foi responsável pelas projeções e análises de política fiscal e escrevia mensalmente artigos sobre conjuntura fiscal, no boletim macro do FGV-IBRE. Também escreveu dezenas de textos para discussão, notas técnicas e artigos relacionados às finanças públicas das três esferas da federação.

*Com informações da Agência Senado.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112926 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]