Série documental ‘Luzes da Amazônia Azul’ é lançada em Salvador com apoio institucional da Marinha do Brasil

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Empresário Nelson José de Carvalho, diretor da Associação Bahiana de Imprensa; almirante Almir Garnier, Comandante da Marinha do Brasil; vice-almirante Humberto Caldas Silveira Júnior, comandante do 2º DN; e os empresários Marcelo Sacramento, diretor do Jornal Tribuna da Bahia e Glicerio Lemos, diretor do Hotel Monte Pascoal, durante solenidade de lançamento da Série documental ‘Luzes da Amazônia Azul’. Iniciativa cultural teve apoio institucional da Marinha do Brasil e foi lançada no Farol da Barra, em Salvador.
Empresário Nelson José de Carvalho, diretor da Associação Bahiana de Imprensa; almirante Almir Garnier, Comandante da Marinha do Brasil; vice-almirante Humberto Caldas Silveira Júnior, comandante do 2º DN; e os empresários Marcelo Sacramento, diretor do Jornal Tribuna da Bahia e Glicerio Lemos, diretor do Hotel Monte Pascoal, durante solenidade de lançamento da Série documental ‘Luzes da Amazônia Azul’. Iniciativa cultural teve apoio institucional da Marinha do Brasil e foi lançada no Farol da Barra, em Salvador.

O Comandante da Marinha, almirante de esquadra Almir Garnier Santos, presidiu nesta segunda-feira (14/06/2021) a cerimônia de lançamento da série documental ‘Luzes da Amazônia Azul’. A solenidade de lançamento ocorreu no Farol da Barra, em Salvador, capital da Bahia. A série foi produzida pela empresa Larty Mark foi financiada com recursos do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), administrado pela Agencia Nacional do Cinema (ANCINE) e contou com apoio institucional e logístico da Marinha do Brasil (MB).

A série de vídeos documentais é composta por 13 episódios com 26 minutos de duração cada. Em forma de expedição e aventura, revela histórias oriundas da costa brasileira, tendo como personagens principais 16 faróis marítimos mantidos pela Marinha do Brasil.

Em 2017, a MB aprovou o projeto apresentado pela produtora, quando passou a dar suporte às gravações realizadas nos faróis marítimos. Os episódios, que serão exibidos pelo canal Travel Box, têm direção de Wiltonauar Moura e produção executiva de Sandra Dantas Moura.

O Farol de Santo Antônio, popularmente conhecido como Farol da Barra, que é um dos personagens centrais de um dos episódios e foi o local definido para o lançamento da série por ser o mais antigo farol em operação na costa brasileira e um dos mais conhecidos postais brasileiros.

Inaugurado em 1698, o Farol da Barra foi escolhido como o ‘IALA Heritage Lighthouse of the Year’ em 2020, um reconhecimento internacional ao trabalho desenvolvido nas áreas de conservação, acesso público e educação, destacando os faróis mais preciosos do mundo.

O almirante Almir Garnier externou a alegria pela produção de uma série voltada a esses instrumentos fundamentais de navegação que, além de toda a beleza e imponência que transmitem, buscam salvaguardar a vida humana no mar, alertando ao navegador sobre os perigos da região.

“Utilizados desde a Antiguidade, quando eram acesas fogueiras ou grandes luzes de azeite, os faróis foram concebidos para avisar os navegadores que a terra estava próxima. Hoje, apesar da tecnologia disponível, os faróis permanecem guiando muitos navegantes para evitar os perigos submersos nas águas dos rios e oceanos. O fato de Salvador, desde a sua fundação, ser uma cidade eminentemente voltada para o mar parece ter contribuído para que aqui tenha sido erguido o primeiro farol das Américas. A Marinha se enaltece de manter em operação, além deste, todos faróis de sinalização que orientam a navegação ao longo da nossa costa, ressaltando que a Marinha não é apenas dos marinheiros, fuzileiros e servidores civis. A Marinha é do Brasil. Viva a Marinha!”, concluiu Almir Garnier.

Presenças

Participaram da restrita solenidade de lançamento do documentário vice-almirante Humberto Caldas Silveira Júnior, comandante do 2º Distrito Naval; general de divisão João Batista Bezerra Leonel Filho, comandante da 6ª Região Militar; Baltazar Miranda Saraiva, desembargador do Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA); Carlos Augusto Sampaio, advogado; Nelson José de Carvalho, diretor da Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia); e Carlos Gaban, Carlos Andrade, Aleixo Belov, Sosthenes  Macedo, dentre outras personalidades.

Confira vídeos

A Larty Mark foi criada em 2000 no Rio de Janeiro e transferida em 2002 para a Bahia.
A Larty Mark foi criada em 2000 no Rio de Janeiro e transferida em 2002 para a Bahia.
Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 121836 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.