PJBA autoriza pagamento de cerca de R$ 67 milhões em precatórios nos primeiros quatro meses de 2021

Poder Judiciário autoriza pagamento de precatórios.
Poder Judiciário autoriza pagamento de precatórios.

Apesar das dificuldades impostas pela pandemia do Covid-19, o Poder Judiciário da Bahia (PJBA) continua cumprindo seus compromissos com o cidadão. Em apenas quatro meses (de janeiro a abril de 2021), o Núcleo Auxiliar de Conciliação de Precatórios (NACP) autorizou pagamento no valor total de R$ 67.553.315,54, incluindo Estado e Municípios.

Durante todo o ano de 2020, a unidade totalizou R$ 666.781.015,44 em pagamento de precatórios. Cabe salientar que a pandemia foi declarada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) em março desse mesmo ano. Ainda sim, o pagamento das dívidas do Estado permaneceu.

A agilização no pagamento dos precatórios foi um compromisso assumido pelo presidente do PJBA, desembargador Lourival Almeida Trindade, em encontro ocorrido no dia 14/02/2020, que reuniu representantes do Tribunal e da Ordem de Advogados do Brasil – Seção Bahia (OAB-BA). Na ocasião, o Presidente do PJBA garantiu uma gestão transparente e eficiente para melhoria do funcionamento do Judiciário.

Vale ainda ressaltar que o Tribunal baiano reconhece a importância do pagamento de precatórios para o cidadão e por isso se empenha para continuar garantindo o pagamento dessas dívidas.

“Posso garantir aos credores que o sistema tem funcionado de forma a permitir a todos a máxima transparência possível”, destaca o Juiz Cláudio Cesare, responsável pelo Núcleo de Precatórios do PJBA.

Esses pagamentos já realizados envolvem os precatórios superpreferenciais, a preferência que leva em consideração os aspectos sociais definidos em lei, pois incluem os enfermos, os deficientes físicos e os idosos.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 110959 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]