Governo Colbert Martins recebe pedido de tombamento da área da antiga Usina de Algodão de Feira de Santana; Governo da Bahia planeja vender imóvel

Documento encaminhado ao prefeito Colbert Martins requerendo tombamento da antiga Usina de Beneficiamento de Algodão de Feira de Santana.
Documento encaminhado ao prefeito Colbert Martins requerendo tombamento da antiga Usina de Beneficiamento de Algodão de Feira de Santana.

A Fundação Senhor dos Passos apresentou — na sexta-feira (30/04/2021), ao prefeito Colbert Martins — requerimento de tombamento do imóvel onde funcionou a antiga Usina de Beneficiamento de Algodão de Feira de Santana.

Assinado pelo presidente da entidade, Alpiniano Reis Oliveira Filho, o documento justifica o tombamento do patrimônio em decorrência do caráter histórico que ele representa para o processo de industrialização do município de Feira de Santana e tem a finalidade de evitar que um Projeto de Lei encaminhado pelo Governo da Bahia à Assembleia Legislativa (ALBA) viabilize a venda do imóvel urbano para o setor privado, servindo, principalmente, para incorporação imobiliária.

Única área remanescente de grande porte situada no centro da cidade que se encontra praticamente livre de ocupação, o terreno da antiga Usina de Algodão tem função estratégica para o desenvolvimento da região central do município e pode servir para o Governo do Estado, que aluga bens imóveis privados para atender à população, como para o Governo Municipal, que também faz uso do mesmo expediente.

Histórico da Usina

Para que fosse instalada unidade de processamento de algodão no município de Feira de Santana, em 1940, a Prefeitura doou 10 mil metros quadrados do terreno situado na Rua Senador Quintino.

As edificações da Usina de Beneficiamento de Algodão de Feira de Santana tiveram início no mesmo ano de 1940;

Em 22 de janeiro de 1941, o interventor federal Landulpho Alves de Almeida inaugurava o empreendimento, que contava com energia elétrica e possuía máquinas e equipamentos modernos para a época.

A empresa foi edificada estrategicamente na margem direita da antiga estrada Feira de Santana – Salvador, com a finalidade de facilitar o recebimento do algodão bruto e o envio da matéria-prima processada.

A Usina tem conexão com o desenvolvimento industrial do município e, por anos, personalidades de destaque da comunidade feirense trabalharam na empresa, a exemplo do Asclepiades Negritos de Barros.

Leia 

Governo da Bahia envia projeto de lei à ALBA para venda de imóveis na capital e interior; Confira lista

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Carlos Augusto 9745 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).