EUA: Governo Biden apoia suspensão das patentes das vacinas contra Covid-19 como meio de superação da pandemia

Joe Biden, presidente dos EUA.
Joe Biden, presidente dos EUA.

O Governo Biden disse nesta quarta-feira (05/05/2021) que apoiaria a renúncia à proteção de patentes para vacinas da Covid-19, após semanas de pressão da comunidade internacional, à medida que os casos aumentam brutalmente na Índia e em outros países.

“O governo acredita fortemente nas proteções à propriedade intelectual, mas a serviço de acabar com esta pandemia, apoia a renúncia dessas proteções para as vacinas Covid-19 “, disse Katherine Tai, a representante comercial dos EUA, em um comunicado na tarde de quarta-feira (05/05/2021).

“Como nosso suprimento de vacinas para o povo americano está garantido, o governo continuará a intensificar seus esforços – trabalhando com o setor privado e todos os parceiros possíveis – para expandir a fabricação e distribuição de vacinas. Também trabalhará para aumentar as matérias-primas necessárias para produzir essas vacinas “, disse Tai.

Os preços das ações das principais empresas farmacêuticas caíram após o anúncio.

Tai disse que o governo Biden vai negociar o texto da renúncia na Organização Mundial do Comércio, que se reúne esta semana, mas disse que “as negociações levarão tempo devido à natureza consensual da instituição e à complexidade das questões envolvidas. “

O presidente Joe Biden tem enfrentado maior pressão da comunidade global e de alguns legisladores democratas para suspender as patentes dos fabricantes de medicamentos para as vacinas Covid-19 para que outros países possam produzir vacinas genéricas.

O governo dos EUA prestou assistência a algumas das empresas que desenvolveram as vacinas para acelerar a disponibilidade.

Os Estados Unidos e outros países ricos têm sido criticados por se precipitarem em seus lançamentos de vacinas, enquanto outros países mais pobres lutam para obtê-las. Especialistas alertaram que a desigualdade global de vacinação pode prolongar a pandemia para todos se o coronavírus continuar a sofrer mutação , o que pode torná-lo mais infeccioso e resistente às vacinas.

Biden priorizou a vacinação de todas as pessoas nos Estados Unidos antes de oferecer doses a outros países. Mas a pressão para afrouxar as proteções de patentes se intensificou à medida que a Índia e a América do Sul lutam com picos de casos da Covid-19 e com o aumento das preocupações de que a estratégia da China e da Rússia de vender ou doar suas vacinas para outros países lhes permite expandir sua influência em todo o mundo.

Alguns especialistas alertaram que suspender as proteções de patentes pode não melhorar a disponibilidade global, porque os medicamentos são difíceis de produzir e alguns países mais pobres podem não estar equipados para produzir em massa o suficiente, uma preocupação que alguns na Casa Branca compartilham.

Ron Klain, o chefe de gabinete da Casa Branca, disse no domingo no programa “Face the Nation” da CBS que “os direitos de propriedade intelectual são parte do problema”.

“Mas, realmente, a fabricação é o maior problema. Temos uma fábrica aqui nos Estados Unidos que detém todos os direitos de propriedade intelectual para fazer a vacina. Eles não estão fazendo doses porque a fábrica está com problemas”, disse ele

*Com informações de Lauren Egan, da NBC News.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112633 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]