Mudança de clima aumenta procura pelo Programa de Asma e Rinite de Feira de Santana

O atendimento é oferecido pela Prefeitura de Feira de Santana, no Centro de Saúde Especializado Dr. Leone Leda.
O atendimento é oferecido pela Prefeitura de Feira de Santana, no Centro de Saúde Especializado Dr. Leone Leda.

A mudança brusca da temperatura sempre afeta aqueles que já possuem algum problema respiratório. A situação é sempre percebida pelo Programa Municipal de Asma e Rinite (ProAr) de Feira de Santana, que registra aumento pela procura do serviço principalmente por crianças.

Os ácaros e mofo também são fatores potenciais para desencadear uma crise de asma ou rinite alérgica. Por isso, para evitar o risco, os pais devem manter o ambiente arejado.

“A casa não deve ficar fechada, porque isso facilita a proliferação de ácaros, vírus e bactérias. É preciso manter portas e janelas abertas para a circulação do ar”, orienta a pneumopediatra, Rosa Argentina.

Durante crises de asma o paciente deve procurar uma policlínica ou Unidade de Pronto Atendimento (UPA). O programa atende apenas casos de asma grave, que necessitam de tratamento prologado. Estes casos são encaminhados pela unidade básica de saúde.

O atendimento é oferecido pela Prefeitura de Feira de Santana, no Centro de Saúde Especializado Dr. Leone Leda, início da rua Geminiano Costa – em frente ao novo complexo educacional.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109790 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]