Feira de Santana: Morre, aos 94 anos, a professora Hilda Carneiro, irmã do ex-governador João Durval

Hilda Carneiro, professora e irmã do ex-governador João Durval.
Hilda Carneiro, professora e irmã do ex-governador João Durval.

A professora Hilda Carneiro Santos, aos 94 anos, irmã do ex-governador João Durval, faleceu na manhã de segunda-feira (12/04/2021), de causas naturais. O corpo está sendo velado na própria residência, em cerimônia restrita aos familiares, e o sepultamento marcado para 17 horas, no cemitério Piedade.

O prefeito Colbert Filho, ao tomar conhecimento da morte da professora Hilda, se solidarizou aos familiares e amigos expressando as mais sinceras condolências pela perda, ratificando a sua contribuição pelos serviços ao município.

A formação em Magistério e Pedagogia foram fundamentais para a trajetória de vida marcada pela dedicação à Educação. Inicialmente professora de Matemática em diversas escolas no município, a exemplo do Colégio Joselito Amorim; João Barbosa de Carvalho e Wilson Falcão.

Ainda, ocupou a vice-diretoria na Escola Ernestina Carneiro. Em 1974 assumiu a direção da Escola João Durval Carneiro, obtendo destaque na gestão até dezembro de 1987, quando se aposentou.

Em seguida (1991), coordenou a superintendência do Departamento de Desenvolvimento do Trabalho, no SAC, permanecendo até 2008, quando completou 82 anos.

A educadora também teve papel importante na vida cultural de Feira enquanto fundadora e diretora do Instituto Mauá, autarquia criada em 1939 para o fomento do artesanato baiano.

Nascida em 18 de maio de 1926, na Fazenda Mãe Maria, no distrito de Governador João Durval Carneiro – antigo Ipuaçu – era filha de João Baptista Carneiro e Hermínia Almeida Carneiro. Foi casada com Leonel Sampaio Santos, já falecido, e mãe de dez filhos.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109691 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]