Suspeita do PT é que o delegado da Polícia Federal Felipe de Alcântara de Barros Leal cometeu prevaricação para proteger procuradores da Lava Jato. Delegado produziu “laudo paralelo” sobre as mensagens da Operação Spoofing.
Caso Lava Jato

PT pedirá investigação sobre delegado autor de “laudo paralelo” sobre as mensagens apreendidas na Operação Spoofing envolvendo membros da força-tarefa do Caso Lava Jato; Em tese, investigação evidenciou ‘Aliança do Crime’

O Partido dos Trabalhadores pedirá ao Ministério Público Federal (MPF) que se investigue o delegado da Polícia Federal Felipe de Alcântara de Barros Leal, por possível cometimento de prevaricação, ou seja, crime praticado por servidor