Vereador Fernando Torres protagoniza novo espetáculo com gritos no plenário da Câmara Municipal de Feira de Santana dirigidos ao líder do Governo Colbert Martins

Vereador Fernando Torres grita como o colega Luiz Augusto de Jesus (Lulinha), líder do Governo Colbert Martins.
Vereador Fernando Torres grita como o colega Luiz Augusto de Jesus (Lulinha), líder do Governo Colbert Martins.

Nesta segunda-feira (15/03/2021) o vereador Fernando Torres (PSD) protagonizou mais um espetáculo ao promover gritos no plenário da Câmara Municipal de Feira de Santana contra o vereador Luiz Augusto de Jesus (Lulinha, DEM), líder do Governo Colbert Martins.

No momento em que o vereador Fernando Torres demonstrou a “a boa educação que detém”, era realizada a votação do parecer da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) em projeto do Executivo que versa sobre matéria Tributária.

De forma simbólica, o presidente pediu que ficassem em pé os que fossem votar a favor do parecer e sentados os que eram contra. O vereador Lulinha, que se encontrava em pé e permaneceu em pé, solicitou que fosse registrado o voto contrário ao parecer. Neste momento, Fernando Torres, aos gritos, negou o registro de voto do líder do Governo.

O episódio é mais uma demonstração do destempero emocional do político Fernando Torres, que sonha em ser prefeito de Feira de Santana. Mas, se com colegas, por tanto, iguais, age desta forma, como seria o comportamento caso fosse o gestor municipal e tivesse uma opinião contradita vinda de membro da comunidade?

Base aliada rompida

Além de ser recorrente em atitudes questionáveis, Fernando Torres liderou a formação de um grupo político denominado ‘Os Aliados’, do qual, segundo ele, fazem parte 10 vereadores, dos 18 que estavam na base do Governo Colbert.

Fernando Torres informou que os vereadores do ‘Grupo os Aliados’ não seguem a orientação de Lulinha e que, portanto, isso pode prejudicar o governo municipal em futuras votações. Fato que pode ser considerado como uma velada ameaça aos interesses do prefeito.

As ações e discursos de Fernando Torres surtiram efeito e em um gesto de autoreconhecimento do desprestígio que acumula no governo municipal, Fernando Torres informou que o prefeito adiou, por três vezes, uma reunião solicitada por ele próprio.

Confira vídeo

Leia +

Feira de Santana: Diálogo do vereador Fernando Torres com o advogado Hércules Oliveira possui elementos de intimidação, ofensa e ameaça explícita; “Marque comigo, na mão ou na bala”, diz; Confira vídeo

Sobre Carlos Augusto 9515 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).