Senadora Katia Abreu cobra saída de ‘marginal’ Ernesto Araujo; Chanceler convoca reunião

Indicado ao cargo por Olavo de Carvalho, extremista Ernesto Araújo pautou sua gestão na visão radical do pseudo guru.
Indicado ao cargo por Olavo de Carvalho, extremista Ernesto Araújo pautou sua gestão na visão radical do pseudo guru.

Reportagem de Julia Chaib da Folhapress revela que senadores reagiram neste domingo (28/03/2021) com indignação e cobraram a demissão do ministro Ernesto Araújo (Relações Exteriores), que fez postagens insinuando uma ligação do Senado com o lobby chinês pelo 5G, o que estaria por trás da pressão para derrubá-lo.

Araújo tem reunião marcada com toda a sua equipe de secretários nesta segunda.

Presidente da Comissão de Relações Exteriores do Senado da República e citada nas postagens do chanceler, a senadora Katia Abreu (PP-TO) divulgou nota em que acusa Araújo de mentir e de adotar uma postura marginal.

“O Brasil não pode mais continuar tendo, perante o mundo, a face de um marginal. Alguém que insiste em viver à margem da boa diplomacia, à margem da verdade dos fatos, à margem do equilíbrio e à margem do respeito às instituições. Alguém que agride gratuitamente e desnecessariamente a Comissão de Relações Exteriores e o Senado Federal”, afirmou.

De acordo com a senadora, Ernesto resumiu em um tuíte um encontro de três horas em que ela teria alertado o ministro sobre os prejuízos que um veto à China na questão 5G, entre vários outros temas.

“Se um Chanceler age dessa forma marginal com a presidente da Comissão de Relações Exteriores do Senado da República de seu próprio país, com explícita compulsão belicosa, isso prova definitivamente que ele está à margem de qualquer possibilidade de liderar a diplomacia brasileira”, afirmou, na nota.

Em áudio enviado a senadores, mais cedo, ela pediu aos colegas uma “reação séria” às postagens de Araújo, que, segundo ela, estaria afirmando que o Senado se vendeu ao lobby chinês.

“Concomitante a esse tuíte, porque eles são muito organizados, está em todas as redes bolsonaristas a mensagem de que o Arthur Lira [PP-AL, presidente da Câmara] e os senadores se venderam para a empresa do 5G Chinês. Isso é uma orquestração para poder segurar o chanceler”, afirmou no áudio, obtido pela Folha.

“Tem uma linha que não pode ser ultrapassada. Não é bom pro governo e não é bom para o país”, disse o líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), em mensagem enviada no grupo de senadores e obtida pela Folha.

Ernesto publicou em suas redes mensagens que, segundo aliados, têm o objetivo de tornar público o que ele entende estar por trás da ofensiva do centrão para derrubá-lo.

O ministro revelou no Twitter uma conversa que teve com Kátia Abreu. Nos bastidores, Araújo relaciona o lobby chinês pela tecnologia 5G à movimentação da cúpula do Congresso.

“Em 4/3 recebi a Senadora Kátia Abreu para almoçar no MRE. Conversa cortês. Pouco ou nada falou de vacinas. No final, à mesa, disse: ‘Ministro, se o senhor fizer um gesto em relação ao 5G, será o rei do Senado.’ Não fiz gesto algum”, escreveu Araújo neste domingo.

Em seguida, o ministro complementou: “Desconsiderei a sugestão inclusive porque o tema 5G depende do Ministério das Comunicações e do próprio Presidente da República, a quem compete a decisão última na matéria.”

Marcada por questões ideológicas, a gestão do ministro é duramente criticada por empresários e políticos de esquerda, centro e direita.

Rodrigo Pacheco (DEM-MG), presidente do Senado, disse na semana passada tanto em público como em reuniões fechadas com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) que considera “falha” a política externa do Brasil.

Arthur Lira (PP-AL), presidente da Câmara, pediu demissão do chanceler a Bolsonaro pelos mesmos motivos.

Após os tuítes deste domingo, senadores também foram às redes sociais pedir a saída do ministro. Ciro Nogueira (PI), presidente nacional do PP, afirmou lamentar a atitude do chanceler e que o Brasil e o povo brasileiro não merecem isso.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112870 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]