Não comparecimento de idosos para a segunda dose da vacina contra Covid-19 compromete a imunização e atrasa outros interessados, diz SMS de Feira de Santana

O problema constatado pelo órgão municipal é que as pessoas estão agendando a segunda dose, mas no dia marcado não comparecem. Essa atitude atrasa a vacinação de outros interessados.
O problema constatado pelo órgão municipal é que as pessoas estão agendando a segunda dose, mas no dia marcado não comparecem. Essa atitude atrasa a vacinação de outros interessados.

A Secretaria Municipal da Saúde de Feira de Santana (SMS) chama a atenção de quem ainda não compareceu às unidades de saúde para receber a segunda dose da vacina contra Covid-19. É que a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) determina o intervalo de duas a quatro semanas entre as doses da CoronaVac, caso contrário a eficácia fica comprometida.

O problema constatado pelo órgão municipal é que as pessoas estão agendando a segunda dose, mas no dia marcado não comparecem. Essa atitude atrasa a vacinação de outros interessados, que poderiam ser contemplados.

O Município ainda não iniciou a aplicação da segunda dose da vacina de Oxford/AstraZeneca, porque seu intervalo de aplicação é mais longo. A bula orienta que a vacina deve ser administrada entre 12 semanas após a primeira dose, cerca de três meses.

O Governo Municipal recebeu, até o momento, o quantitativo total de 88.514 doses. Sendo 64.929 da CoronaVac e 23.585 da Oxford/AstraZeneca.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 115143 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.