Mata de São João amplia suspensão das atividades não essenciais; Medida é decorrente da pandemia da Covid-19 e foi adotada após reunião com governador

Vista aérea do Distrito de Praia do Forte, município de Mata de São João.
Vista aérea do Distrito de Praia do Forte, município de Mata de São João.

Após nova reunião entre os prefeitos da Região Metropolitana de Salvador e o governador da Bahia Rui Costa, foi decidida a prorrogação da suspensão das atividades comerciais e de serviços não essenciais até as 5h da próxima segunda-feira (08/02/2021). As autoridades se reuniram por videoconferência no início da tarde desta terça-feira (2),

As medidas são em decorrência do agravamento dos casos de infecção pelo coronavírios e da alta taxa de ocupação dos leitos de UTI na Bahia.

De acordo com o Prefeito de Mata de São João, João Gualberto, há uma preocupação muito grande dos gestores com a economia e com os empregos. Mas com a gravidade na saúde pública, não há outra alternativa para conter o avanço do vírus e evitar um colapso nas redes hospitalares.

Neste período, continua autorizado o funcionamento dos setores de supermercado, panificadora, delicatessen, açougue, farmácia, agências bancárias e lotéricas, serviços públicos considerados essenciais, serviços de saúde, postos de combustíveis, deliverys (até 00h), construção civil, hotelaria, entre outros.

Ainda de acordo com a prorrogação das medidas, a partir das 17h da sexta (5) até as 5h da segunda (8) fica proibida a comercialização de bebidas alcóolicas nos estabelecimentos que estão autorizados a abrir, assim como nos deliverys,

As pessoas ou estabelecimentos que não cumprirem as determinações ficam sujeitos às penalizações administrativas como multas, interdições, cassação de licenças, permissões e alvarás, dentre outras.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109818 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]