Governo da Bahia adota sistema de desinfecção com névoa seca para combate ao coronavírus nos vagões de metrô

A aplicação de uma névoa seca tem resistência para eliminar microorganismos como o novo coronavírus num período de até 72 horas.
A aplicação de uma névoa seca tem resistência para eliminar microorganismos como o novo coronavírus num período de até 72 horas.

O sistema metroviário de Salvador e Lauro de Freitas adotou uma nova tecnologia para a desinfecção dos 40 vagões que transportam os usuários diariamente. A novidade consiste na aplicação de uma névoa seca com resistência para eliminar microorganismos como o novo coronavírus num período de até 72 horas. Embora o tempo de duração da proteção seja longo, o produto é aplicado todos os dias nas quatro estações de transbordo do metrô entre uma viagem e outra.

Segundo o coordenador de tráfego da CCR Metrô Bahia, Rodrigo Oliveira, o produto aplicado é hipoalergênico, não é tóxico e nem agride a natureza. A aplicação da névoa seca leva em média cinco minutos, sendo dois para a aplicação e mais três para que o produto se dissipe no ar. “Essa é uma inovação que a CCR trouxe para Salvador e para complementar o processo de limpeza diário que já é realizado. A desinfecção consiste na aplicação de um a névoa, que é um produto natural, que se dissipa por todo o ambiente e que tem um poder de penetração muito alto. A névoa chega a locais que um pano, por exemplo, não alcança. O produto adere às superfícies e mata o novo coronavírus, germes e outras bactérias”.

Ainda de acordo com o coordenador, o produto já foi atestado pelo Instituto de Biologia da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e teve sua utilização aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). “Todos os trens passam por essa higienização. Nos horários de menor movimento é realizado no próprio terminal e os usuários têm a possibilidade de ver esse trabalho de limpeza. Para nós é importante, pois transmite confiança às pessoas para utilizar o nosso sistema. Temos um transporte seguro para ser utilizado todos os dias”, acrescentou Rodrigo Oliveira.

A demonstração da aplicação do produto foi acompanhada pelo secretário estadual de Desenvolvimento Urbano, Nelson Pelegrino, que pontuou a prioridade em garantir a segurança dos usuários do transporte público. “A população continua sendo transportada e queremos que esse deslocamento ocorra com segurança. Desde o início da pandemia, adotamos medidas como disponibilização de álcool gel nas estações. Essa é uma novidade que reforça e aumenta a segurança desse meio de transporte”, ressaltou.

Outras medidas

Os cuidados com a higienização também foram reforçados nas estações do metrô, como a limpeza de áreas comuns, corrimãos de escadas rolantes e fixas, linhas de bloqueios, elevadores, bilheterias, catracas, máquinas de autoatendimento, disponibilização de álcool gel 70°C e reposição contínua de sabonete líquidos em todas as estações de metrô e terminais de ônibus administrados pela CCR Metrô Bahia.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 111086 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]