Eures Ribeiro diz que deixa uma UPB “mais técnica” para assessorar os municípios

Eures Ribeiro, ex-prefeito e ex-presidente da UPB.
Eures Ribeiro, ex-prefeito e ex-presidente da UPB.

Nesta quarta-feira (10/03/2021), Eures Ribeiro, ex-prefeito de Bom Jesus da Lapa e presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB), encerra seu mandato à frente da entidade municipalista. Em duas gestões, somando quatro anos no comando da UPB, o gestor diz ter acumulado números positivos, a exemplo de 20 mil inscrições de servidores nas capacitações realizadas pela entidade e mais de 2 mil projetos de engenharia e arquitetura entregues às prefeituras, gerando uma economia de R$12 milhões aos municípios. Como destaque, Ribeiro assumiu a vice-presidência da Confederação Nacional de Municípios (CNM), no triênio 2019-2021.

O gestor, que faz questão de ressaltar que a UPB é uma casa política, apesar de apartidária, encampou lutas históricas, como o fechamento de mais de 350 prefeituras na Bahia, que culminou com a vida dos prefeitos para a Marcha Pró-Municípios, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador. A ação, que reuniu cerca de 3 mil pessoas no CAB, além de denunciar a situação de falência dos municípios, foi fundamental para a mudança de entendimento do Tribunal de Contas dos Municípios sobre a exclusão dos programas federais do índice de gastos com pessoal.

A liderança de Eures Ribeiro também teve protagonismo nacional. Em 2017, ele liderou, junto com a CNM, uma mobilização que lotou o gramado em frente ao Congresso Nacional pelo repasse emergencial de R$ 2 bilhões para as prefeituras de todo Brasil. Essa luta resultou na aprovação da Medida Provisória do Auxílio Financeiro aos Municípios (AFM). Na capital federal, Eures também comandou as articulações pelo aumento de 1% do Fundo Participação dos Municípios (FPM), aprovado no Senado. A proposta aguarda ser votada na Câmara dos Deputados para ser promulgada. Nacionalmente, Eures também articulou para que os municípios recebessem da partilha da cessão onerosa do leilão do pré-sal e foi fundamental para que o Congresso congelasse o coeficiente de partilha do FPM, até que o IBGE promova um novo censo demográfico. Mais recentemente, participou de encontros e reuniões que cobraram o apoio financeiro do governo federal aos municípios, no combate à pandemia do coronavírus.

“Estou muito contente de poder ter passado pela UPB, ter aprendido muito com os colegas prefeitos e com os colaboradores da entidade, que são muito bem preparados. Vou deixar as finanças saneadas, pois era algo de grande preocupação minha. Tínhamos dívidas históricas que se empurravam há anos e, hoje, zeramos tudo e vamos deixar um saldo positivo de meio milhão de reais em caixa. Isso é uma vitória muito significativa, além de tantas outras, como os eventos de capacitação técnica com inscrições recordes e os projetos de engenharia entregues pela UPB, que ao final geraram desenvolvimento para a população na ponta”, contou Eures Ribeiro.

O gestor afirma que deixa a UPB, mas continua na luta municipalista. “Sou um apaixonado pelo municipalismo. Acho que é essa luta que transforma a vida das pessoas que não vivem em Brasília, mas sim nos municípios. Desejo muito sucesso ao meu amigo, Zé Cocá, prefeito de Jequié, que ele tenha uma grande gestão na UPB e conte sempre comigo para defender a nobre causa dos municípios”.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 115142 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.