Em 2020, rendimento domiciliar per capita na Bahia ficou em R$ 965; Estado é o 18º entre as 27 unidades da Federação, diz IBGE

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Tabela do IBGE apresenta dados de 2020 sobre rendimento domiciliar per capita por unidade da Federação.
Tabela do IBGE apresenta dados de 2020 sobre rendimento domiciliar per capita por unidade da Federação.

Em 2020, o rendimento domiciliar per capita médio do país (soma dos rendimentos de todas as fontes de cada morador do domicílio dividida pelo total de moradores) ficou em R$ 1.380. Na Bahia, esse rendimento foi de R$ 965. Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNADC), do IBGE.

Em relação ao apurado em 2019 (R$ 913, em valores correntes daquele ano), a renda domiciliar per capita média no estado teve um crescimento nominal (desconsiderando a inflação do período) de 5,7%, em um ano.

Já no Brasil como um todo, a renda domiciliar per capita média teve uma queda nominal (-4,1%) frente a 2019, quando havia sido de R$ 1.439.

De 2019 para 2020, 14 das 27 unidades da Federação seguiram o país como um todo e tiveram recuo nominal da renda domiciliar per capita média. A Bahia teve o 4o maior aumento.

Com isso, o estado subiu duas posições no ranking nacional desse indicador, indo do 20º rendimento domiciliar per capita em 2019 para o 18º no ano passado, dentre as 27 unidades da Federação.

Maranhão (R$ 676) e Alagoas (R$ 796) se mantiveram com os menores rendimentos domiciliares per capita médios do país em 2020, seguidos pelo Amazonas (R$ 852), que caiu duas posições em relação a 2019.

Com o resultado registrado em 2020, a Bahia também subiu duas posições no ranking do rendimento domiciliar per capita no Nordeste. Deixou de ter o 6o maior e ficou com o 4o maior dentre os 9 estados da região, superando Pernambuco (R$ 897 em 2020) e Paraíba (R$ 892).

Apesar disso, no ano passado, o rendimento médio domiciliar per capita na Bahia (R$ 965) ainda se manteve abaixo (-7,7%) do salário mínimo vigente (R$ 1.045), embora venha sustentado uma trajetória de diminuição dessa distância em relação ao verificado em anos anteriores.

Também continuou a diminuir a diferença entre a renda domiciliar per capita média baiana e a média brasileira, de -36,6% em 2019 para -30,1% em 2020.

Ainda assim, no ano passado, o rendimento domiciliar per capita médio na Bahia equivalia a quase 40% do valor verificado no Distrito Federal, que continuou com a maior renda domiciliar per capita do país (R$ 2.475), apesar de ter tido recuo nominal (-7,8%) em relação a 2019.

A tabela a seguir mostra os rendimentos domiciliares per capita em valores correntes de 2020 para o Brasil e todos os estados, por ordem decrescente.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113514 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]