Consórcio Nordeste anuncia acordo para compra da vacina Sputnik V contra Covid-19; Rússia quer vacinar quase 1 em 10 pessoas no planeta este ano

Amostras da 1ª e 2ª doses da vacina Sputnik V.
O contrato dos governadores prevê a compra de 50 milhões de doses do imunizante, sendo 39 milhões delas entregues ainda no mês de março de 2021.

Os governadores do Nordeste vão assinar nesta sexta-feira (12/03/2021), um acordo para a compra de 50 milhões de doses da vacina Sputnik V, de origem russa. O contrato prevê a entrega de 39 milhões de doses ainda no mês de março. Nesta quinta-feira, o Consórcio Nordeste se reuniu com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, para garantir que o imunizante faça parte do Plano Nacional de Imunização (PNI). Segundo o governador do Piauí, Wellington Dias, a aquisição é para todo o Brasil. “Está tendo a formalização do contrato vacina para todo o Brasil, vacina nas regras do Plano Nacional de Imunização para todos os municípios do Brasil.”

A negociação da Sputnik V vinha sendo encabeçada pelo governo da Bahia. Em audiência no Senado Federal nesta quinta-feira, o governador do Estado, Rui Costa, falou que o desafio, no momento, é a abertura de novos leitos de terapia intensiva e reforçou a gravidade da nova variante do coronavírus.

“Temos 10 mil casos ativos a menos e temos 600 pacientes a mais em UTI. Então isso mostra a gravidade dessa nova variante, o quanto ela é mais agressiva”, disse. Na audiência, após a crise causada pela falta de oxigênio, o governador do Amazonas, Wilson Lima, voltou a defender as medidas restritivas. O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, destacou que o momento é de união dos setores público e privado em torno da vacina. O parlamentar afirmou também que os culpados pela má gestão na pandemia serão punidos, mas rebateu a possibilidade de referendar a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Casa.

Em pronunciamento também nesta quinta-feira, Eduardo Pazuello falou sobre o andamento da vacinação no país. “O Brasil já ocupa o quinto lugar mundial em doses aplicadas e até o meio do ano vacinaremos a metade da população brasileira vacinável. A vacinação de todos não só salvará mais vidas, como também terá papel crucial para evitar o agravamento da crise econômica e social”, afirmou. O ministro da Saúde disse ainda que o sistema de saúde está pressionado, mas não está colapsando.

“O nosso sistema de saúde está muito impactado, mas não colapsou e não vai colapsar. Estamos, de forma integral com governadores, prefeitos e todo o sistema privado de saúde, concentrando todos os esforços neste enfrentamento, com o objetivo único de salvar ainda mais vidas”, disse. A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) emitiu um boletim, nesta quinta-feira (11/03/2021), afirmando que o país vive a pior fase da pandemia e registra 10% das mortes de todo o mundo. Nas últimas 24 horas, foram mais de 2 mil mortes pela Covid-19, chegando a 272.889 falecimentos pela doença no país. O total de infectados ultrapassado os 11,2 milhões de casos.

Rússia quer vacinar quase 1 em 10 pessoas no planeta este ano

A Rússia quer aumentar a produção no exterior de sua vacina contra a Covid-19 com a promessa de fornecer imunizantes para quase uma em cada dez pessoas no planeta este ano, embora tenha produzido apenas uma pequena fração disso até o momento.

“Temos capacidade para fornecer a vacina a 700 milhões de pessoas fora da Rússia este ano”, disse Kirill Dmitriev, diretor-presidente do Fundo de Investimento Direto Russo (RDIF, na sigla em inglês), que apoiou o desenvolvimento da Sputnik V e supervisiona a distribuição internacional. “Os maiores produtores serão Índia, China e Coreia do Sul”, disse em entrevista na quarta-feira.

O sucesso da Rússia em persuadir até agora cerca de 50 países a aprovar a vacina reforçou suas ambições globais, com vários milhões de doses já entregues à América Latina, principalmente para a Argentina e México.

*Com informações da Jovem Pan e Bloomberg.

Leia +

Rui Sputnik é o novo apelido do governador, diz deputado Robinson Almeida, depois de decisão da Anvisa facilitar entrada de Vacina no Brasil

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 110945 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]