PT da Bahia define senador Jaques Wagner como candidato à governador nas Eleições 2022

Senador Jaques Wagner (PT) venceu duas eleições seguidas para governo da Bahia, em 2006 e 2010. “Wagner é o que mais agrega e o que tem melhor capacidade de dialogar com o conjunto da sociedade baiana”, diz Éden Valadares, presidente do PT da Bahia.
Senador Jaques Wagner (PT) venceu duas eleições seguidas para governo da Bahia, em 2006 e 2010. “Wagner é o que mais agrega e o que tem melhor capacidade de dialogar com o conjunto da sociedade baiana”, diz Éden Valadares, presidente do PT da Bahia.

Em declaração ao site Bahia.ba nesta terça-feira (09/02/2021), o presidente estadual do PT da Bahia, Éden Valadares, anunciou que o senador Jaques Wagner é o nome do partido para disputar o governo estadual em 2022.

Éden Valadares diz que o nome de Jaques Wagner é o que “mais agrega e o que tem melhor capacidade de dialogar com o conjunto da sociedade baiana, do empresariado aos movimentos sociais, da indústria ao agricultor familiar”.

“No sábado (6), realizamos o planejamento estratégico da Executiva Estadual do PT Bahia. Ainda estamos fechando a redação final da resolução, mas nossa posição quanto a 2022 é clara e unificada: estamos oferecendo um nome da qualidade de Jaques Wagner como candidato ao Governo do Estado”, diz Valadares.

O dirigente petista salienta que o nome do ex-governador ainda não está sacramentado pela base aliada, mas diz acreditar na unidade do campo político para a disputa do Governo da Bahia em 2022.

“Outros partidos também têm apresentado seus principais quadros, como o PSD de Otto Alencar e o PP de João Leão. Sob a condução do governador Rui Costa, acreditamos na força e na unidade do nosso campo político, e avaliamos que o melhor candidato para representar esse projeto, sem sombra de dúvidas, é Jaques Wagner”, completa.

Carlos Augusto
Sobre Carlos Augusto 9151 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).