Psicólogos de Feira de Santana são capacitados em Escuta Especializada para crianças vítimas de violência

Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SEDESO) está capacitando assistentes sociais e psicólogos para oferecer Escuta Especializada de crianças vítimas e testemunhas de violência.
Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SEDESO) está capacitando assistentes sociais e psicólogos para oferecer Escuta Especializada de crianças vítimas e testemunhas de violência.

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SEDESO) está capacitando assistentes sociais e psicólogos para oferecer Escuta Especializada de crianças vítimas e testemunhas de violência. A medida atende ao que preconiza a Lei 13.431/2017 que alterou o Estatuto da Criança e do Adolescente, estabelecendo o Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente.

A Escuta Especializada é um procedimento de entrevista sobre uma possível situação de violência contra criança ou adolescente, no intuito de garantir a proteção e o cuidado da vítima.

O curso possui carga horária de 24 horas, e é destinado a profissionais que atuam na SEDESO. As aulas teóricas e práticas estão sendo ministradas no Centro de Convivência para Idosos Dona Zazinha Cerqueira, às terças e sextas-feiras.

Durante a atividade, os profissionais desenvolvem a técnica junto a crianças e adolescentes vítimas ou testemunhas de violência. As entrevistas são realizadas pelas facilitadoras Liliana Carvalho Pacheco, Ana Clara Nunes e Soneide Rios, diretora do Departamento de Planejamento e Gestão do Sistema Único de Assistência Social.

“Fazemos esse trabalho em um ambiente acolhedor com toda a privacidade das vítimas ou testemunhas. O profissional, na sua atuação, contribuirá para qualidade do serviço, promovendo a garantida de direitos e a não revitimizacão desse público”, afirma Soneide.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109754 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]