Procurador-geral da República pede à Corregedoria do CNMP que investigue procuradores que atuavam na força-tarefa do Caso Lava Jato de Curitiba; Mensagens da Operação Spoofing revelaram indício de conduta criminal

Augusto Aras, procurador-geral da República.
Augusto Aras, procurador-geral da República.

O procurador-geral da República, Augusto Aras, enviou à Corregedoria do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) um pedido de investigação contra procuradores da força-tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba, informou a assessoria nesta quarta-feira, após pedido apresentado na semana passada pelo presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Humberto Martins.

A apuração requerida por Humberto Martins tem a ver com troca de mensagens de integrantes da Lava Jato que apontariam uma intenção dos procuradores de investigar ministros do STJ.

Essas informações foram reveladas em um novo pacote de mensagens da operação Spoofing, que investigou a ação de hackers na obtenção de informações roubadas de celulares de procuradores da Lava Jato.

Os procuradores negam a autenticidade das conversas reveladas pelos hackers e já rejeitaram qualquer intenção de investigar ministros do STJ —por terem foro privilegiado, esses magistrados só poderiam ser alvo de apuração criminal perante o Supremo Tribunal Federal.

Esse material estava em posse da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva que tenta anular condenações da Lava Jato contra ele.

*Com informações de Ricardo Brito, da Agência Reuters.

Leia +

Procuradores da República combinavam com a Receita Federal quebra de sigilo de ministros do STJ; Evidências de atividade criminosa de membros da força-tarefa do Caso Lava Jato se avolumam

Presidente do STJ identifica possível atividade criminosa dos procuradores da República Deltan Dallagnol e Diogo Castor e determina que PGR investigue corrupção na força-tarefa do Caso Lava Jato

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 106733 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]