Comerciantes do Centro de Abastecimento de Feira de Santana estão otimistas para boas vendas no período da Quaresma de 2021

Comerciantes do Centro de Abastecimento de Feira de Santana estão preparados para atender a procura pelo pescado.
Comerciantes do Centro de Abastecimento de Feira de Santana estão preparados para atender a procura pelo pescado.

Os comerciantes do Centro de Abastecimento de Feira de Santana estão preparados para atender a procura pelo pescado. A movimentação de consumidores em busca dos ingredientes para a Quarta-feira de Cinzas, ainda não é a esperada. Mas, eles estão otimistas.

Na manhã desta segunda-feira (15/02/2021), faltando dois dias para o início da Quaresma, período em que os católicos fazem abstinência da carne vermelha, era possível encontrar desde o pescado aos itens indispensáveis no preparo do vatapá e caruru.

Na Peixaria São Francisco, no box 10, a tilápia e a corvina estão custando R$ 15, o quilo. O camarão grande custa R$ 35, o quilo, e o médio está saindo por R$ 15. No local o consumidor também encontra os peixes vermelho, traíra e dourado.

“Acredito que as vendas vão melhorar. As pessoas deixam pra comprar na quarta-feira e as vésperas da Sexta-feira da Paixão”, disse o comerciante Marcos Sousa.

Na banca de Márcia dos Santos, os ingredientes essenciais para o preparo do caruru e vatapá têm bons preços. O amendoim está custando R$ 10, o quilo; o camarão seco R$ 5, o litro, e a castanha R$ 20, o quilo. Já o gengibre varia entre 2 e 3 reais, a unidade.

O aposentado Júlio Bispo aproveitou essa segunda-feira, 15, para fazer compras no Centro de Abastecimento. Foi garantir o bacalhau para o almoço da Quarta-feira de Cinzas.  “Vim garantir o peixe. A quaresma é um tempo de respeito a Deus, por isso não como carne vermelha”, afirmou.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 106708 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]