Centro de Convenção de Feira de Santana abandonado pelo Governo da Bahia é motivo de debate na Câmara Municipal

Luiz Augusto (Lulinha): o local tem servido para disseminação de insetos transmissores de doenças como dengue, zika e chikungunya.
Luiz Augusto (Lulinha): o local tem servido para disseminação de insetos transmissores de doenças como dengue, zika e chikungunya.

Embora seja da alçada do Governo do Estado, a Prefeitura de Feira de Santana deve realizar uma limpeza na área da abandonada obra do que seria o Centro de Convenções da cidade, observa o vereador Luiz Augusto de Jesus (Lulinha, DEM).

Localizado no Bairro São João, próximo da Secretaria de Serviços Públicos, o inacabado equipamento, segundo ele, se encontra coberto por matagal e parte do muro desmoronou, “jogando no chão, literalmente, o dinheiro público”. Além disso, alerta, o local tem servido para disseminação de insetos transmissores de doenças como dengue, zika e chikungunya.

O vereador lembra que o Governo do Estado prometeu, em campanha, construir um Centro de Convenções na cidade de Itabuna e entregou em apenas dois anos, “em troca de apoio político”.  Enquanto isso, assinala, em Feira, “um patrimônio público está completamente abandonado há 16 anos por pura birra, porque foi o ex-governador Paulo Souto que iniciou”.  Ele também critica as “péssimas” condições das instalações do Complexo Policial Investigador Bandeira.

Doação da área e inadimplência seguem como “entraves” da Prefeitura para o Centro de Convenções

Há dois entraves para a retomada da obra do futuro Centro de Convenções de Feira de Santana, pelo Governo do Estado, segundo explicou nesta terça-feira (15), na Câmara, o vereador Professor Ivamberg (PT).

 Um dos obstáculos, de acordo com o petista, é que o Município não teria passado ao Estado a propriedade da área onde está sendo realizada a construção, no bairro São João, um problema que remete ao ano 2015.  O outro, é a inadimplência da Prefeitura em suas obrigações no convênio com o governo baiano relativo à gestão da Policlínica Estadual. “Independente de quem é a culpa, nosso papel é tentar resolver. Devemos resolver o impasse. Sugiro que os vereadores de situação conversem com o prefeito e nós, da oposição, busquemos contato com o Governo do Estado e o deputado Zé Neto, que pode contribuir”, diz o petista. O objetivo comum, ele diz, é que o Centro de Convenções seja concluído.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 110984 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]