Salvador: Fundação Gregório de Mattos Lança Projeto Verão 2021 com programação nos setores da cultura, arte, entretenimento e gastronomia

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
As oficinas Culinária Musical fazem parte do projeto de ocupação e dinamização da Casa do Benin e ocorrem em Salvador, de janeiro a junho de 2021.
Em sua quinta edição, programação de verão dos equipamentos culturais geridos pela Fundação Gregório de Mattos (FGM) leva diversas atrações e atividades formativas para o público pelas plataformas virtuais, adaptando-se ao novo normal.

O ano é 2021 e o cenário é de adaptação. Em decorrência de uma pandemia, todos e em todos os lugares têm que se ajustar a uma experiência completamente diferente de tudo o que já foi imaginado. A cultura foi um dos setores mais impactados com essa mudança mundial. A arte de se reinventar passou a ser a tônica do tão aclamado “novo normal” e, mais do que aprender a lidar, está sendo criada e firmada uma nova realidade, expandindo o campo de atuação do setor: o mundo virtual.

Os espaços culturais da FGM também precisaram se recriar e encaixar nessa nova formatação, que se revela muito mais do que uma opção, e sim, um novo campo de atuação, uma tendência mundial sem volta. Com isso, a quinta edição do Diversão de Verão, projeto com programação especial de verão dos espaços culturais geridos pela Fundação, acontece nesse novo formato híbrido.

A partir desta sexta-feira (15), a Casa do Benin, o Café Teatro Nilda Spencer e os Espaços Culturais Boca de Brasa – Subúrbio 360, CEU de Valéria e Cajazeiras serão palcos virtuais de muita arte, cultura e entretenimento, durante todo o verão. A produção de cada um desses espaços é resultado do edital de Ocupação e Dinamização de Espaços Culturais, da Fundação Gregório de Mattos, Prefeitura de Salvador, que selecionou cinco projetos culturais, de caráter estruturantes, destinados à ocupação e dinamização desses espaços geridos pela Gerência de Equipamentos Culturais da FGM.

Nos Espaços Culturais Boca de Brasa: Subúrbio 360 (Vista Alegre), a programação foi desenvolvida pelo grupo Teca Teatro e Outras Artes, em parceria com o Retrate, com o projeto Olhar 360°; já a do Boca de Brasa CEU de Valéria (Lagoa da Paixão/ Nova Brasília de Valéria), resulta da proposta do Coletivo de Produtores Culturais do Subúrbio), com o projeto Remonta e o de Cajazeiras (Cajazeiras X), pelo Coletivo 4, com o projeto Coletivizando Cajazeiras. Na Casa do Benin (Pelourinho), quem está à frente da programação é Simples Produções Artísticas, em parceria com o Afrochef Jorge Washington e sua Culinária Musical e no Café Teatro Nilda Spencer (Barroquinha), pelo Coletivo Gastrocultura, com o projeto Alimento da Alma.

Programação Diversão de Verão 2021

Para abrir a temporada de janeiro com muita diversão, na sexta-feira (15/01/2021), às 19h, o Espaço Cultural Boca de Brasa – Subúrbio 360, com a edição Olhar 360° – Palco Aberto Boca de Brasa, ao vivo, no Canal do Youtube do Boca de Brasa, com apresentação de Terezinha Passos e Uz Cavalcante e participação de Nininha Problemática, Brenda Cruz, Bruno Mezenga e Ral.

No Espaço Cultural Boca de Brasa – Cajazeiras, de 15 a 25 de janeiro, estarão abertas as inscrições para a Oficina Virtual de Formação em Audiovisual e para a Oficina Virtual de Produção Cultural. Os links estarão disponíveis no Instagram do Boca de Brasa. Serão 30 vagas para cada, destinadas ao público em geral, com idade mínima de 16 anos. As aulas acontecerão a partir do dia 08 de fevereiro, sempre às segundas e quartas, das 14 às 17h, Oficina Audiovisual; terças e quintas, das 14 às 17h, Oficina de Produção Cultural.

Já a Casa do Benin está com inscrições abertas para as Oficinas Culinária Musical. O projeto Culinária Musical, iniciativa do ator e produtor cultural, Jorge Washington, está de volta e retoma suas edições a partir de janeiro, com formato 100% virtual, unindo muita música à gastronomia afetiva de Jorge, conhecido como o Afrochefe. O projeto volta com oficinas formativas e o tradicional encontro gastronômico musical que marca o projeto. Tudo poderá ser acompanhado pelo Youtube da Casa do Benin.

As Oficinas Culinária Musical, vão acontecer de fevereiro a junho: Oficina Culinária Afetiva, com Jorge Washington, às terças e quintas-feiras das 15h às 18h e a Oficina Culinária Vegana, com a chef, ativista e afroempreendedora à frente do Rosas do Dendê, Daiana Lima, às segundas e quartas-feiras, das 15h às 18h. Inscrições gratuitas podem ser feitas até dia 29 de janeiro, por meio do link https://cutt.ly/oficinasCulinariaMusical . Começando em fevereiro, a oficina terá carga horária de 160h e certificação aos participantes.

No sábado (16), às 16h, pelo Espaço Cultural Boca de Brasa – CEU de Valéria acontece o Palco Aberto Boca de Brasa, que funcionará como uma vitrine para a abertura oficial do BOCA DE BRASA – Remonta. O projeto é realizado pela Múltipla – Ideias e Ações Culturais e Coletivo de Produtores Culturais do Subúrbio e traz de modo virtual, os artistas Zeus Rapper, Lucas Lirio, Adriano Copis, Elaine Brasil e Berenici Faxineira, além dos grupos Artividance e Sexy Bitches. A apresentação fica por conta de Fabricio Cumming, que também fará um bate papo com a Miss Subúrbio Gay 2020 – Luna Martins  / Jonatas Bento. A atividade será transmitida ao vivo, no canal do Youtube do Boca de Brasa.

A programação BOCA DE BRASA – Remonta, pelo Espaço Cultural Boca de Brasa – CEU de Valéria segue na semana seguinte com o inicio das atividades formativas:   Oficina de Dança, a partir do dia 19, às tercas e quintas, das 13 às 17h; e  Oficina de Producao Cultural, a partir do dia 20, às quartas e sextas, das 13 as 17h.  A formação em dança afro-contemporânea será ministrada por Zebrinha e, a oficina de agente cultural, dividida por módulos, terá como primeiro curso o de Produção Cultural, ministrada por George Bispo, integrante do Coletivo de Produtores Culturais do Subúrbio. A oficina total terá duração de 160h e o curso de Produção cultural possui 32h, sendo seguidos pelos módulos de iluminação cênica, sonorização, cenário, figurino, maquiagem, participação político-cultural, mediação cultural e maquiagem. A proposta do projeto é ofertar formações artísticas e promover o intercâmbio cultural entre profissionais já estabelecidos e moradores de periferia, tendo como resultado final a remontagem do espetáculo Sagração da Primavera. As oficinas serão direcionadas para os alunos inscritos previamente e acontecerão todas as terças e quintas (Dança Afro Contemporânea) e, Quartas e Sextas (Agente Cultural), até o mês de junho.

Na quinta-feira (21), 20h, acontece o lançamento e início das atividades formativas em gastronomia do projeto Alimento da Alma, no perfil oficial do Instagram @projeto.alimentodaalma. O projeto Alimento da Alma – Ocupação Gastrocultural do Café teatro Nilda Spencer tem como objetivo reforçar e difundir a interlocução imediata entre os conceitos de Gastronomia e de Cultura, muitas vezes ainda dissociados quando pensamos em políticas, programas e ações que buscam promover e fomentar iniciativas dessas áreas. Nesse sentido, as atividades formativas gastronômicas e as programações artístico-culturais serão os fios condutores desse entrelaçamento de conceitos.

Já no sábado (23), às 16h, ocorrerá o Cine Clube Boca de Brasa, com exibição do filme “Os Homens que chamam os Deuses”, que trata de homens simples no cotidiano, mas com a função importantíssima no candomblé, revelam como chegam a função de Alabê, a preparação, seus instrumentos e, na ritualística do candomblé, como conseguem chamar os Deuses. O filme será seguido de bate-papo com os realizadores do filme George Bispo (Diretor), Geise Oliveira (Produtora) e o entrevistado do filme, Gilmar Jileqüe. A exibição será transmitida no canal do Youtube do Boca de Brasa.

Já na Casa do Benin, às 12h, para os que estão com saudades do formato peculiar do Culinária Musical, acontece uma edição especial com show de Dão, performance poética de Luciana Souza, que será acompanhada pelo músico Alex Jaga, e performance de Dança com Nildinha Fonseca. No canal do Youtube da Casa do Benin. Na mesa, o cardápio do dia será Anduzada.

Na sexta-feira (29), às 14h, acontecerá a Sexta Formativa com o tema: Culinária Musical encontra Culinária de Terreiro, um bate-papo gastronômico e saboroso entre Jorge Washington e a afro-empreendedora, Solange Borges, na qual cada um fará um prato especial. Solange lidera, dentre outros projetos de turismo cultural e base agroecológica, o Culinária de Terreiro e o resgate do dendê feito no pilão e no fogão a lenha. Conduz, desde 2014, projetos de desenvolvimento econômico na agrovila Pinhão Manso, em Camaçari. No canal do Youtube da Casa do Benin,

No sábado (30), às 16h, para finalizar o primeiro mês da Ocupação Artística | BOCA DE BRASA – Remonta no Espaço Cultural Boca de Brasa – CEU de Valéria, acontecerá um bate-papo através do Diálogos Boca de Brasa. Visando uma troca entre a comunidade artística local, profissional e os moradores, esta ação prevê um debate sobre temas pertinentes ao cotidiano e o seu entorno. Dividido em seis edições, a cada mês, um tema diferente norteará o diálogo, com novos convidados. O tema de janeiro será: COMO PRODUZIR ARTE NA PERIFERIA?  Etenoel Santos, Jadison Palma e o Henrique da banda PB Reggae de Valéria serão os convidados para trazerem um pouco das suas respectivas realidades e de que modo isso pode ser replicado. A ação será transmitida no canal do Youtube do Boca de Brasa.

Já na Casa do Benin, às 12h, acontece a segunda edição especial do Culinária Musical, com show musical do cantor e compositor de Santo Antônio de Jesus, Sinho Bernardo, com performance do ator Érico Brás e performance poética da atriz, musicista, compositora e pesquisadora de Belo Horizonte (MG), Eneida Baraúna. O prato do dia será a premiada Maxixada de Carne Seca. Tudo isso no canal do Youtube da Casa do Benin. O público poderá pedir o prato do dia, que será entregue por serviço de delivery, no valor de R$20 (porção individual) + taxa de entrega.

Para encerrar o mês, do Diversão de Verão 2021, no domingo (31), no Espaço Cultural Boca de Brasa – Cajazeiras, acontece uma edição do Palco Aberto, às 17h, pelo Youtube do Boca de Brasa. Vai acontecer uma mostra competitiva aberta para praticantes das artes cênicas que residam ou trabalhem em Cajazeiras. Para quem deseja participar da disputa em grupo, pelo menos um dos integrantes deve ter vínculo com o bairro. Ao todo, serão ofertadas 30 vagas, com premiação em dinheiro ao final do concurso artístico, no mês de junho. As orientações para as inscrições estarão disponíveis no Instagram e Facebook do Boca de Brasa.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Carlos Augusto 10027 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).