Produção local da Sputnik V trará ‘soberania para o Brasil’, diz diretor da União Química

Com aprovação da Anvisa, a expectativa é que o país receba 10 milhões de doses da vacina Sputnik V até março de 2021. O governo da Bahia entrou com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) pedindo autorização para compra independente e aplicação de 50 milhões de doses da Sputnik V.
Com aprovação da Anvisa, a expectativa é que o país receba 10 milhões de doses da vacina Sputnik V até março de 2021. O governo da Bahia entrou com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) pedindo autorização para compra independente e aplicação de 50 milhões de doses da Sputnik V.

Sem depender da importação de insumos, a produção local da Sputnik V trará “soberania para o Brasil”. A avaliação é do diretor de negócios internacionais do grupo União Química, Rogério Rosso. Segundo ele, que é ex-deputado federal e ex-governador do DF, a grande diferença é que o imunizante russo não depende de nenhuma matéria prima de outros países.

“Até alguns meses atrás ninguém sabia o que era o IFA, que é a produção da matéria prima, produção do insumo da vacina. Algumas vacinas estão importando o IFA, nós na União Química estamos produzindo [o insumo]. Não vamos depender de matéria prima, a produção vai ser local, isso dá uma soberania para Brasil. Vários países dependem da China e da Índia para a produção dos seus medicamentos. Da nossa parte, o governo russo passa a tecnologia sem cobrar royalties. Essa é uma grande diferença que precisa ser observada”, disse em entrevista ao Jornal da Manhã, da Jovem Pan.

De acordo com o diretor da União Química, empresa responsável pela produção da Sputnik V no Brasil, a vacina é totalmente segura e eficaz contra a Covid-19, tendo apresentado resultado de 91,4%. “Na semana passada nós fomos a Moscou, fizemos várias reuniões simultâneas, indo visitar fabricas da Sputnik. Temos todos os dados, estamos recebendo dados da Sputnik V há algum tempo, vimos não só a parte da imunização na Rússia, o que vi foi uma vacina tendo uma força de imunização de 91,4%, em média, sem reação adversa grave em qualquer lugar em que está sendo aplicada”, disse o ex-governador. “O que eu posso dizer os resultados são maravilhoso”, acrescentou.

*Com informações da Jovem Pan.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112840 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]