Prefeito Colbert Martins apresenta Plano de Imunização contra Covid-19 e comenta sobre início da vacinação em Feira de Santana; Confira vídeo

Prefeito Colbert Martins diz que vacinação vai priorizar, nesta 1ª fase, profissionais que atuam em emergências e UTIs.
Prefeito Colbert Martins diz que vacinação vai priorizar, nesta 1ª fase, profissionais que atuam em emergências e UTIs.

Feira de Santana terá 9 mil doses nesta primeira etapa de vacinação contra a Covid-19. A confirmação foi dada pelo prefeito Colbert Martins Filho durante entrevista coletiva ocorrida no Paço Municipal, na manhã desta segunda-feira (19/01/2021).

Prioritariamente, serão imunizados profissionais de saúde que estão na linha de frente do enfrentamento à pandemia, em emergências e unidades de terapia intensiva (UTIs), além de idosos institucionalizados (em casas de longa permanência) acima de 60 anos.

“Com esse quantitativo e assim que estivermos com a vacina, iniciaremos a imunização, nos locais de trabalho, de enfermeiros, médicos, motoristas de ambulâncias, fisioterapeutas e maqueiros, profissionais de higienização, ou seja, todos que neste momento estão expostos e envolvidos no combate ao coronavírus”, explica.

O secretário municipal de Saúde, Edval Gomes, lembrou que a data é simbólica e representa o início de uma nova fase no combate à pandemia. “Temos, agora, um instrumento eficiente que pode mudar o curso da doença”, afirma.

Segundo ele, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) montou um plano de imunização sólido e eficiente, preparado para o desafio. “A população pode ficar tranquila que estamos com uma equipe multifuncional capacitada para colocar, em prática, um plano adaptável que permite ajustes à medida que novas doses chegarem”.

Edval Gomes também informou que uma série de estratégias, como transporte, unidades itinerantes e drive-thru’s serão montados para alcançar toda a população, principalmente aquelas que se encontram em áreas distantes, a exemplo dos distritos.

Sobre a vacina, a médica infectologista e coordenadora do Comitê de Combate ao Coronavírus, Melissa Falcão, afirmou ser  segura e confiável. “A CoronaVac possui eficácia de 54% e utiliza vírus inativado [uma versão inativada do Sars-CoV-2], ou seja, foi exposto ao calor ou a substâncias químicas para que perdesse o poder de infectar. “Morto”, ele não se replica e não gera doença ou causa infecção”.

Perguntas enviadas pelo Jornal Grande Bahia (JGB)

Carlos Augusto, editor do Jornal Grande Bahia questiona:

  1. Prefeito Colbert Martins, a taxa de eficácia geral da Coronavac é de 50,38%. O índice fica pouco acima de 50%, limite mínimo exigido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Poderia explicar o que isso representa em termos de imunização e quais as implicações?
  2. João Doria (PSDB), governador de São Paulo, em uma jogada de marketing, criou o slogan ‘Coronavac, a vacina do Brasil’. Embora, esse lote, que chega a Bahia e outros estados tenha sido 100% importado da China e apenas envasado no Brasil. Além disso, tendo em vista que será a Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz) a entidade apta produzir o maior número de vacinas, cerca de 100 milhões de doses, utilizando tecnologia inglesa da Oxford/AstraZeneca, não é inadequado o uso político de um grave problema de saúde pública?
  3. Como o senhor avalia a vacina russa, Sputnik V, em comparação com a vacina chinesa, CoronaVac?
  4. Estudos apontam que, com a mudança climática e o aquecimento global, novas formas virais letais para seres humanos podem se desenvolver. Não seria oportuno que o Nordeste tivesse um centro de pesquisa e desenvolvimento de vacinas, com

Baixe

Plano de Imunização contra Covid-19 de Feira de Santana

Confira vídeo

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112586 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]