Justiça atende Ministério Público e determina indisponibilidade de bens do prefeito de Barra do Mendes

Armenio Sodré Nunes (Galego, MDB), prefeito de Barra do Mendes.
Armenio Sodré Nunes (Galego, MDB), prefeito de Barra do Mendes.

O prefeito de Barra do Mendes, Armênio Sodré Nunes e seu irmão, o empresário Arlênio Sodré Nunes, terá R$ 253.071,00 bloqueados de suas contas por decisão da Justiça, que atendeu a pedido liminar do Ministério Público estadual em ação civil pública ajuizada pelo promotor de Justiça Marco Aurélio Nascimento Amado por ato de improbidade administrativa. A decisão de hoje, dia 28, da Juíza Marina Lemos Ferrari, levou em conta irregularidades apontadas pelo MP em compras realizadas pelo Município no período compreendido entre os anos de 2013e 2019 com a aquisição direta e sem licitação de produtos de papelaria.

Na ação, o promotor de Justiça apontou que houve indevida dispensa de licitação. O MP apurou que a papelaria com a qual a Prefeitura fez negócio pertence ao irmão do prefeito, o empresário Arlênio Sodré Nunes, o que evidenciaria que “as compras foram realizadas de forma fraudulenta para beneficiar o irmão do prefeito, comprovando dolo na conduta do chefe do executivo municipal”.

*Com informações do Ministério Público do Estado da Bahia (MPBA).

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 110945 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]