Grupo francês Egis conhece potenciais para investimentos do Extremo ao Baixo Sul da Bahia 

Vice-governador João Leão e representantes do Grupo Egis. Empresa tem projetos em 20 países, especialista em concessões e se interessou por investimentos em infraestrutura de transportes na região.
Vice-governador João Leão e representantes do Grupo Egis. Empresa tem projetos em 20 países, especialista em concessões e se interessou por investimentos em infraestrutura de transportes na região.

Uma comitiva de atração de investimentos do Governo do Estado, chefiada pelo vice-governador João Leão, secretário de Desenvolvimento Econômico, esteve nas regiões Sul, Baixo Sul e Extremo Sul da Bahia, neste final de semana. Na ocasião, executivos do grupo francês Egis conheceram potencialidades para investimentos. A operação do aeroporto de Porto Seguro, do Porto de Ilhéus e a duplicação da BA-001 estão entre as possibilidades de negócios futuros. A companhia é líder mundial na área de concessão e operação de rodovias com pedágio e emprega 15,8 mil colaboradores no mundo. Na Bahia, tem interesse em expandir atividades nas áreas de concessões.

“Estamos empenhados, juntos com o governador Rui Costa, em trazer mais investimentos para o estado, sobretudo após o fechamento da Ford. Queremos gerar emprego, renda e, por isso, não paramos nem mesmo nos finais de semana. Estivemos nestas mesmas regiões, no início do mês, com uma empresa de Portugal e, agora, voltamos com essa importante empresa da França. Tenho certeza que iremos, logo logo, firmar um memorando de intenções. Eles querem investir e nós temos potencial para recebê-los”, afirma Leão.

O diretor de Rodovias e Aeroportos da Egis, Paulo Serra, destaca a possibilidade de investir no aeroporto de Porto Seguro: “É uma bela oportunidade, aeroporto novo, o estudo está pronto, o Governo informou que deve estar sendo publicado brevemente e a Egis, como uma empresa que tem uma participação bastante importante em aeroportos no mundo inteiro, aeroportos do tamanho próximo a este, nós vamos ter muito interesse em estudar com carinho para poder participar dessa futura licitação”.

Ao lado da diretora de Investimentos e Novos Negócios da Egis na América Latina, Agathe Vigne, Serra diz ainda  ter a certeza, sobre a BA-001, que de posse dos estudos de engenharia que o governo baiano fará, poderão fazer uma avaliação técnica e econômica da viabilidade desse investimento. “Estamos aqui para realmente ajudar, é o que nós sabemos fazer, é o nosso negócio. Então a gente espera, no futuro, participar desses investimentos na Bahia. Nós já estamos aqui presentes e é uma meta nossa fincar pé aqui no estado”, declara o executivo.

A companhia francesa já está participando do desenvolvimento do Plano Nacional de Aeroportos, com o Governo da Bahia. “Nós participamos há um tempo da implantação do Metrô de Salvador, como consultoria, e estamos trabalhando com as concessionárias de rodovias aqui da Bahia. Queremos logo criar uma filial aqui na Bahia para estar contribuindo com a engenharia local”, projeta Serra.

No sábado (23/01/2021), a comitiva conheceu o aeroporto de Porto Seguro, a Ilha de Comandatuba, em Una, e o Porto, a Ponte Jorge Amado, o Mirante da Piqueira e o Alto São Sebastião, em Ilhéus. Já no domingo (24), percorreu a BA-001, passando pelos municípios de Itacaré, Camamu, Igrapiúna, Ituberá, Taperoá e Valença.

Carlos Augusto
Sobre Carlos Augusto 9395 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).