Cantor e compositor Genival Lacerda morre aos 89 anos; Politicos da Bahia manifestam pesar

Cantor faleceu aos 89 anos vítima da Covid-19.
Cantor faleceu aos 89 anos vítima da Covid-19.

O forró perdeu, na madrugada de nesta quinta-feira (07/01/2021), um de seus maiores ícones: o cantor e compositor Genival Lacerda, aos 89 anos, em decorrência da covid-19. A notícia foi divulgada por familiares nas redes socais. Lacerda estava internado na unidade de terapia intensiva do Hospital da Unimed, no Recife, desde o final de novembro.

Nascido em Campina Grande, no ano de 1931, cidade que é considerada a capital do forró na Paraíba, Lacerda foi autor de sucessos como Severina Xique Xique, De quem é esse jegue? E Radinho de Pilha, em meio aos cerca de 70 discos lançados por ele – o primeiro deles, gravado em 1955, quando já havia se mudado para Pernambuco.

Incentivado por seu concunhado, o músico Jackson do Pandeiro, Lacerda se mudou para o Rio de Janeiro em 1964, onde trabalhou em algumas casas de forró. O salto na carreira só veio em 1975, quando lançou a música Severina Xique-Xique – famosa pelo verso “ele tá de olho é na butique dela”, feita em parceria com João Gonçalves. O disco vendeu cerca de 800 mil cópias.

AVC e Covid-19

Em maio, antes de ser contaminado pelo novo coronavírus, o músico já havia sofrido um acidente vascular cerebral (AVC).

Genival Lacerda vinha apresentando piora em seu quadro de saúde nos últimos dias, a ponto de a família usar as redes sociais para pedir que as pessoas doassem sangue para ajudá-lo.

Notas de pesar

Governador da Bahia emite condolências 

“Triste notícia do falecimento do cantor Genival Lacerda, mais uma vítima da #covid19 no Brasil. Sempre será lembrado pela irreverência e por sua paixão pelo Nordeste. Foi um dos grandes ícones do forró e da cultura nordestina. Nossos sentimentos aos familiares, amigos e fãs”, diz governador Rui Costa.

Bruno Reis lamenta morte de Genival Lacerda

O prefeito Bruno Reis lamentou a morte do cantor e compositor Genival Lacerda, um dos maiores ícones da música nordestina, que faleceu hoje (07), vítima da Covid 19.

“O Brasil perde uma das suas maiores expressões regionais, um artista que marcou presença em nossas vidas com toda a sua alegria e irreverência. Nós, nordestinos, principalmente os que nasceram em cidades do interior, como é o meu caso, temos uma gratidão imensa a Genival Lacerda, que na hierarquia da música brasileira ocupava um dos postos mais altos, ao lado de Luiz Gonzaga, Dominguinhos e Sivuca”, disse.

Bruno Reis afirmou ainda que não podemos baixar a guarda para o coronavírus, que continua matando nossos entes queridos, e reforçou que, mais do que nunca, é fundamental respeitar os protocolos, usar máscaras e manter o distanciamento social.

Presidente da ALBA

“O Nordeste e o forró estão hoje (07/01/2021) de luto com a morte do nosso Genival Lacerda, aos 89 anos. Pessoalmente, estou triste, porque este paraibano de Campina Grande – cidadão baiano em distinção da ALBA, através de nossa proposição em 2016 – marcou a minha adolescência e juventude com as suas músicas que eram verdadeiros hits nas festas de São João. ‘Severina Xique Xique’ e ‘Radinho de Pilha’ estão entre as minhas favoritas e inesquecíveis. Vamos agora rezar pelo descanso eterno de Genival e continuar ouvindo e dançando, nas festas juninas, o seu forró bem humorado e de duplo sentido”, deputado Nelson Leal.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 105484 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]