ONU defende maior inclusão de 1 bilhão de pessoas que vivem com deficiência

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Pessoas com deficiência jogam futebol no distrito de Kayunga, no Uganda.
Pessoas com deficiência jogam futebol no distrito de Kayunga, no Uganda.

As Nações Unidas iniciaram esta segunda-feira a 13ª sessão da Conferência dos Estados Partes da Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência.

Entre as reuniões virtuais serão realizadas mesas redondas e debates interativos que culminam no Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, em 3 de dezembro. A sessão elegerá nove membros do Comitê da ONU sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência.

Inclusão

Abrindo o evento, o secretário-geral, António Guterres, disse haver clareza sobre o objetivo de se ter “um mundo com oportunidades iguais, de participação na tomada de decisões e benefícios reais da vida econômica, social, política e cultural”.

O chefe da ONU lembrou que o encontro acontece “em circunstâncias sem precedentes” devido à Covid-19. Ele disse que além de afetar comunidades e sociedades em sua essência, a pandemia vem aprofundando as desigualdades preexistentes.

Guterres realçou que “mesmo em circunstâncias normais, o bilhão de pessoas com deficiência em todo o mundo tem menos probabilidades de acesso à educação, à saúde e aos meios de subsistência ou de participar e ser incluídas na comunidade”.

O secretário-geral realçou que o grupo é mais propenso a viver na pobreza e sofrer as maiores taxas de violência, negligência e abuso. Guterres destacou que perante a crise de saúde, as pessoas com deficiência estão entre as mais afetadas porque a “pandemia está exacerbando essas desigualdades e produzindo novas ameaças”.

Resposta e recuperação

Como ilustra o Documento Político sobre Covid-19 e Pessoas com Deficiência, ele reforçou que é preciso promover a inclusão do grupo na resposta e recuperação. Para Guterres, isso significaria reconhecer e proteger os direitos do grupo.

O conjunto de garantias inclui ir à escola, viver em comunidade, ter acesso a cuidados de saúde, criar família, participar na política, praticar esportes, viajar e ter um trabalho decente.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113493 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]