Espaços da Câmara dos Deputados recebem nomes de personalidades femininas que marcaram história no Brasil

Câmara dos Deputados presta homenagem às mulheres do Brasil com espaço de memória.
Câmara dos Deputados presta homenagem às mulheres do Brasil com espaço de memória.

Personalidades femininas que marcaram história no País têm agora seus nomes em espaços da Câmara dos Deputados. Na quarta-feira (16/12/2020), a primeira-secretária da Casa, deputada Soraya Santos (PL-RJ), inaugurou as placas com os nomes, acompanhada de outras integrantes da bancada feminina.

Para o plenário 11 do anexo 2 da Câmara, onde funciona a Comissão de Viação e Transportes, o nome escolhido foi o da aviadora Anésia Pinheiro Machado. Em 1954, Anésia foi proclamada decana mundial da aviação feminina pela Federação Aeronáutica Internacional, como destaca a deputada Tabata Amaral (PDT-SP). “O quão simbólico que é essa ocupação literal da Câmara dos Deputados por mulheres que foram tão importantes para que nós estivéssemos aqui. A nossa primeira aviadora mulher, que fez o primeiro voo em solo nacional, uma mulher reconhecida mundialmente não só na área da aviação, mas também por suas lutas em prol das mulheres.”

Já o plenário 13, onde costumam acontecer as reuniões da Comissão de Ciência e Tecnologia, agora tem o nome de Marília Chaves Peixoto. Matemática e engenheira, Marília é considerada uma autoridade na área, sendo a primeira mulher brasileira a ingressar na Academia Brasileira de Ciências, em 1951. Coordenadora da bancada feminina na Câmara, a deputada Professora Dorinha Seabra Rezende (DEM-TO) comenta a importância da escolha. “Nossa homenagem e reconhecimento e, mais do que isso, mostrar que nós, mulheres, podemos estar onde nós quisermos.”

Para o plenário 2 das comissões, um dos principais da Câmara, o nome escolhido foi o da ex-deputada federal Ceci Cunha, assassinada em 1998, em um crime encomendado pelo suplente. Do mesmo estado de Ceci Cunha, a deputada Tereza Nelma (PSDB-AL) lembra a violência política ainda enfrentada pelas mulheres no País. “Estamos trazendo o nome de Ceci Cunha para representar todas as mulheres e dizer que a violência política existe, no nosso dia-a-dia, como parlamentar e como política no nosso país.”

No Plenário, a deputada Soraya Santos lembrou do simbolismo de cada um dos nomes escolhidos para representar nos espaços da Câmara a presença feminina em diferentes áreas. “Que essas mulheres possam inspirar tantas meninas no futuro. [Além dos nomes nos plenários, temos] também na galeria, onde tem a ala das mulheres eleitas, mostrando o esforço que o Brasil vem fazendo na eleição das mulheres. Ali, temos o nome de uma professora, de uma guerreira do Rio Grande do Norte. No principal corredor de acesso para esse Plenário, nós tivemos uma mulher, a Teresa de Benguela, uma mulher que pregou o direito à liberdade e que representa tantas mulheres negras desse país, que têm uma luta pelo seu direito de ir e vir, pela aplicação do artigo quinto, que já determina igualdade de direitos entre homens e mulheres”, lembrou Soraya Santos.

Galeria

Como destacado pela deputada, a galeria de fotos que homenageia ex-deputadas federais tem agora o nome da professora Celina Guimarães Vianna, que há cem anos já lutava pela representatividade feminina no Parlamento. E, no corredor de acesso ao Plenário, está o nome de Tereza de Benguela, ícone da resistência negra no Brasil colonial. Tereza liderou o Quilombo Piolho, o maior do estado de Mato Grosso.

Confira vídeo

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109998 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]