Deputado Zé Neto denuncia, no plenário da Câmara, crimes eleitorais ocorridos durante Eleições 2020 em Feira de Santana; Confira vídeo

José Cerqueira Neto (Zé Neto, PT): Nós vimos uma eleição em que as fake news novamente voltaram à cena. Infelizmente, Presidente, precisamos dar uma resposta a isso. Este Congresso precisa responder ao que aconteceu nas urnas em todo Brasil e nas eleições.
José Cerqueira Neto (Zé Neto, PT): Nós vimos uma eleição em que as fake news novamente voltaram à cena. Infelizmente, Presidente, precisamos dar uma resposta a isso. Este Congresso precisa responder ao que aconteceu nas urnas em todo Brasil e nas eleições.

Durante sessão plenária da Câmara dos Deputados ocorrida nesta quarta-feira (02/12/2020), o parlamentar José Cerqueira Neto (Zé Neto, PT) listou série de crimes eleitorais praticados por adversários durante as Eleições 2020 em Feira de Santana.

“Eu vim da eleição de Feira de Santana, do segundo turno, e o que vimos de perto foi uma situação lastimável que aconteceu em todo Brasil: o uso inconsequente do dinheiro do coronavírus, o uso da máquina pública”, declarou Zé Neto.

Zé Neto foi candidato a prefeito em Feira de Santana e obteve 138 mil votos (45,58%) no segundo turno. Ele pede que a Justiça Eleitoral investigue e puna rigorosamente essa prática ilícita, a qual, foi mais uma vítima. “Que a Justiça Eleitoral faça valer o estado de direito e o bom senso ou a nossa democracia correrá sérios riscos”, afirma.

Confira vídeo

Sobre Carlos Augusto 9506 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).