Transporte por aplicativo é considerado a opção mais segura para soteropolitanos que não possuem carro, diz Datafolha

Gráfico informa pesquisa sobre transportes considerados mais seguros durante pandemia.Gráfico informa pesquisa sobre transportes considerados mais seguros durante pandemia.


A pandemia da Covid-19 trouxe profundas mudanças na forma como as pessoas se movimentam pelas cidades e isso está refletido na pesquisa do Datafolha, encomendada pela Uber, para entender o futuro da mobilidade em Salvador. De acordo com o levantamento, 47% dos moradores da Região Metropolitana de Salvador que não possuem veículo próprio consideram o transporte por aplicativo a opção mais segura para viajar durante a pandemia. A bicicleta foi considerada a segunda melhor opção (24%) e o transporte público em terceiro, com 10%.

O Datafolha também perguntou os motivos para a escolha do modal de transporte durante a pandemia: 27% dizem que o aspecto mais importante para a escolha é o grau de aglomeração, já cerca de 21% dizem que a segurança do transporte é o fator mais importante. O risco de contaminação (17%) e a facilidade de acesso (13%) vem logo em seguida como fatores mais importantes.

Com essa preferência pelos aplicativos de mobilidade, os números também revelaram que 67% dos moradores da Região Metropolitana de Salvador acreditam que esse tipo de opção vai aumentar, enquanto que 8% acreditam que deve ficar igual e cerca de 25% acreditam que o serviço deve diminuir.

Quando perguntado qual o grau de importância de ações para prevenir o contágio da COVID-19 no uso de apps de mobilidade, o uso de máscaras pelo motorista e usuário ficou em primeiro lugar. O carro ter sido higienizado por uma empresa especializada ficou em segundo lugar no ranking e a disponibilidade de álcool em gel para usuários e motoristas ficou em terceiro.

Entregas crescem – A pesquisa também revelou novos hábitos no uso de aplicativos de delivery como Uber Eats. De acordo com a pesquisa, cerca de 52% da população da Região Metropolitana de Salvador já havia utilizado um app de entrega antes da pandemia. Esse número cresceu para 75%, um aumento de cerca de 23%. Além disso, 73% das pessoas que usam esse tipo de serviço revelaram ter aumentado a frequência de pedidos durante a pandemia.

Os motivos que levaram a essa mudança de hábitos também foram detalhados pela pesquisa: risco de contaminação, com 62%, e praticidade do serviço, com 39%, foram os fatores mais importantes para considerar o uso desse tipo de aplicativo durante a pandemia.

Para Claudia Woods, diretora-geral da Uber no Brasil, os dados mostram que a mudança no comportamento dos brasileiros precisa ser acompanhada pelos aplicativos. “Esse raio-x do Datafolha mostra o quanto estamos agindo de forma certa para permitir que mais pessoas possam utilizar a Uber de forma segura e tranquila. Continuaremos atentos para apresentar novas inciativas, sempre seguindo as recomendações das autoridades médicas e especialistas em saúde, conforme o cenário da pandemia evolui”, completa Claudia.

Desde que a pandemia começou, a Uber vem realizando diversas ações para diminuir riscos de contaminação de parceiros e usuários como: obrigatoriedade do uso de máscara para todos, reembolso de álcool em gel e proteção facial, distribuição de kits de higiene, limpeza veicular feita por uma empresa especializada em um centro de higienização, além de doação de viagens para atender àqueles que mais precisam se deslocar no momento de crise.

Sobre a Uber

A missão da Uber é criar oportunidades através do movimento. Começamos em 2010 para resolver um problema simples: como fazer uma viagem com o apertar de um botão? Mais de 10 bilhões de viagens depois, desenvolvemos produtos que aproximam as pessoas do seu destino, usando tecnologia. Ao mudar a maneira como as pessoas, alimentos e objetos se movem pelas cidades, a Uber é uma plataforma que abre o mundo para novas possibilidades.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]