Tiago Correia e Carlos Geilson são empossados na ALBA

Carlos Geilson (PSDB) retorna ao mandato parlamentar na ALBA.
Carlos Geilson (PSDB) retorna ao mandato parlamentar na ALBA.

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), deputado Nelson Leal (PP), empossou os deputados Tiago Correia (PSDB) e Carlos Geilson (PODE) em cerimônia com presença de poucas pessoas, por conta do distanciamento social, realizada no gabinete da presidência, na manhã de ontem (25). A movimentação dessas cadeiras no Parlamento baiano decorreu da cassação do mandato do ex-deputado Marcell Moraes pela Justiça Eleitoral. Ambos receberam as boas vindas efusivas do presidente da Casa, que falou em nome do conjunto dos deputados estaduais.

O deputado Tiago Correia exercia mandato parlamentar, mas na condição de suplente em exercício na vaga do titular, deputado Leo Prates (PDT), que está licenciado para atuar como secretário municipal da Saúde em Salvador. A saída de Marcell Moraes do parlamento, além da efetivação do deputado Tiago Correia, teve outra consequência na composição do Plenário, pois Carlos Geilson entrou como suplente em exercício do titular Leo Prates, que permanecerá afastado da Assembleia.

Discurso

As medidas de afastamento social, por conta do combate à covid-19, impuseram rapidez à cerimônia, além da redução do número de convidados. O deputado Tiago Correia manifestou a sua satisfação com a efetivação e a possibilidade de dar continuidade no trabalho iniciado poucos dias após o começo da atual legislatura, há dois anos. O tucano ainda agradeceu o respeito e o carinho recebido dos colegas de parlamento e dos servidores da Casa:  “Me emociono com este momento e faço um agradecimento especial a todos os colegas, ao presidente e aos servidores, desde aqueles menos graduados, mas nem por isso menos importantes, até os dirigentes dessa instituição, que nunca fizeram qualquer distinção pelo fato de eu ser suplente. Portanto, sempre me senti um titular nesta Casa”, declarou.

Para o deputado Carlos Geilson, que atuou como parlamentar titular na legislatura passada, o retorno à ALBA significa a oportunidade de trabalhar ainda mais pelo povo baiano e para as comunidades que representa de forma especial: “Eu tinha saído da Assembleia, mas a Assembleia nunca saiu de mim. Voltar para essa Casa é sempre um motivo de muita alegria e satisfação, bem como de responsabilidade, apesar da forma não ser a melhor, dada a saída de colegas valorosos. Mas a vida precisa seguir. Honrarei o voto de cada baiano que depositou confiança em mim nas últimas eleições e cumprirei o meu dever com zelo”, afirmou.

Por seu turno, o presidente Nelson Leal ressaltou que “é com muita alegria que recebe em nome de todos os colegas os dois deputados”. E acrescentou: “Tenho certeza absoluta que a ALBA se engrandece, pois são dois homens públicos extremamente qualificados, que continuarão a trabalhar para bem representar os baianos, com dignidade e responsabilidade, principalmente, neste ano atípico em que o Legislativo se irmanou, colocando de lado bandeiras políticas para proporcionar soluções rápidas exigidas pela sociedade baiana diante da inédita pandemia que tem consequências humanas, sanitárias e econômicas de extrema gravidade”.

Presenças

A cerimônia de posse contou com a presença dos deputados Alan Sanches (DEM), Marquinho Viana (PSB), Sandro Régis (DEM) e Vitor Bonfim (PL), do secretário de Saúde de Salvador, Leo Prates (PDT), além de amigos e apoiadores políticos dos empossados. Todas as medidas sanitárias foram adotadas no acesso à ALBA e ao gabinete da presidência, como o uso obrigatório de máscara, a medição de temperatura na chegada, a utilização do álcool gel e o distanciamento mínimo exigido dos presentes.

Licenciado do parlamento baiano, Leo Prates lidera atualmente a pasta da Saúde de Salvador em meio a uma das maiores crises sanitárias da história. Presente na cerimônia desta quarta, o pedetista disse ter sido surpreendido positivamente pelo desempenho de Tiago Correia, durante a suplência nos últimos dois anos. Segundo Prates, ele demonstrou mais uma vez a competência inata para a vida pública, para bem servir à Bahia e aos baianos: “Me afastei preocupado com a minha representação aqui no Legislativo. Hoje, tenho certeza que fui muito bem sucedido no parlamento, pois o deputado Tiago Correia orgulhou a cidade do Salvador e a Bahia. Ele foi e continuará a ser um deputado brilhante, atuante, além de ser uma pessoa leal, decente e muito correta”, frisou.

Para o líder da minoria, deputado Sandro Régis, a efetivação de Tiago Correia e o retorno de Carlos Geilson para o parlamento representa o fortalecimento da Casa Legislativa. No entanto, ele não deixou de lamentar as perdas advindas das cassações recentes de mandato de outros colegas parlamentares pelo Tribunal Superior Eleitoral: “Primeiro, todos nós lamentamos e nos entristecemos com a perda inesperada dos mandatos de três colegas, porque Pastor Tom, Marcell Morais e Targino Machado sempre foram valorosos para a Casa. O que mitiga o impacto dessas decisões em nível de parlamento e, particularmente, com relação à bancada de oposição que tenho o privilégio de liderar, é que a substituição ocorreu com outros homens públicos testados e igualmente valorosos”. Ambos são parlamentares destacados, sendo Carlos Geilson já experimentado, e Tiago Correia está reafirmando todo o bom trabalho que vem executando ao longo dos dois últimos anos”, destacou.

Carlos Augusto
Sobre Carlos Augusto 9011 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).