Sessenta anos da televisão na Bahia são celebrados em roda de conversa organizada pela FACOM UFBA

Cartaz anuncia roda de conversa sobre 'Sessenta anos da televisão na Bahia'.
Cartaz anuncia roda de conversa sobre 'Sessenta anos da televisão na Bahia'.

Em 19 de novembro de 2020, a televisão na Bahia completará 60 anos de sua implantação, um marco que merece ser relembrado, comemorado e discutido, como forma de reflexão sobre o cenário local e nacional. É com esse objetivo que a Faculdade de Comunicação da UFBA (FACOM │UFBA) promove nesta mesma data, às 18 horas, a roda de conversa “A TV na Bahia: 60 anos — conhecer a história para refletir sobre as mudanças”. O evento é aberto, gratuito e com transmissão on-line, pelo Zoom (https://facom.social/tvnabahia) e Facebook da Faculdade de Comunicação, com certificação aos participantes da primeira plataforma.

Comporão o debate os seguintes profissionais da TV e pesquisadores da história da Televisão da brasileira: o jornalista, pesquisador da TV no Brasil e diretor de televisão Gabriel Priolli; o jornalista, escritor e apresentador de TV Pablo Reis; e o jornalista, pesquisador e professor da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, Sérgio Mattos. A mediação fica por conta do jornalista e professor da FACOM Washington de Souza Filho.

Para Gabriel Priolli, que trabalha e escreve sobre TV desde 1975, o encontro é uma oportunidade de refletir sobre o papel da televisão local. “Algo que me preocupa é que, até agora, já com 70 anos de TV no Brasil, ela ainda é muito pensada e produzida no eixo Rio-São Paulo. O que se entende por TV nacional é uma TV paulista e carioca, sendo que o país é grande, diverso. E não há, ainda, uma história da TV nacional que conte o que aconteceu em todos os lugares do país”, justifica o pesquisador. Também é o que acredita o professor Washington de Souza Filho. “Para mim, essa é uma oportunidade de propor o debate sobre a necessidade de se conhecer a história da televisão nos estados”, acredita.

A atividade é promovida pelo Núcleo de Comunicação e Extensão da FACOM, por meio do projeto “Em Casa com a FACOM”. Para mais informações sobre o evento, acesse: www.facom.ufba.br

Conheça abaixo mais sobre os convidados

Sérgio Mattos é jornalista, mestre e doutor em comunicação pela Universidade do Texas, Estados Unidos. Atualmente é professor associado da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB). É autor de mais de 50 livros e de dezenas de artigos e capítulos de livros. Suas pesquisas concentram-se na História da Mídia, principalmente a televisão, além do tema emblemático da censura aos meios de comunicação.

Pablo Reis é jornalista, escritor e formado pela FACOM há 22 anos. Atualmente é gerente de conteúdo e inovação do Grupo Aratu.  É autor de Clube Bahiano de Tênis: 100 anos de lutas e glórias. Ganhador de nove prêmios de jornalismo, estaduais e nacionais.

Washington José de Souza Filho é jornalista formado pela Universidade Federal da Bahia e professor da Faculdade de Comunicação da instituição. Doutor em Ciências da Comunicação pela Universidade da Beira Interior, com reconhecimento pela UFBA, pesquisador-membro do Grupo de Pesquisa em Jornalismo On-line. Como jornalista, trabalhou em emissoras de televisão, jornais e revistas da Bahia e de outros Estados do País, além da experiência de atuar como consultor de treinamento de jornalismo de televisão em Angola.

Gabriel Priolli é jornalista, diretor de televisão e trabalha desde 1975 com TV, fazendo, produzindo e escrevendo sobre TV, refletindo e ensinando. Iniciou a carreira na TV Cultura de São Paulo, onde foi de repórter a apresentador e diretor responsável pela programação. Foi membro do Conselho de Comunicação Social do Congresso, do Conselho Superior do Cinema e do Conselho Consultivo do Sistema Brasileiro de TV Digital. Atualmente, trabalha com consultoria em comunicação política, televisão e jornalismo.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109881 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]