Secretário não atende ligações para discutir sobre Shopping Popular de Feira de Santana, diz vereador

Luiz Ferreira (Luiz da Feira): ele não atende o telefone e não resolve os problemas da classe.
Luiz Ferreira (Luiz da Feira): ele não atende o telefone e não resolve os problemas da classe.

Defensor da causa dos camelôs e crítico das condições contratuais que eles estão enfrentando, sendo transferidos do centro da cidade para o Shopping Popular, o vereador Luiz da Feira (PROS) diz que não está mais conseguindo conversar com o secretário de Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico do Município, Antônio Carlos Borges Júnior, sobre o assunto.  “Ele não atende o telefone e não resolve os problemas da classe”, afirmou o vereador, nesta terça-feira (10/11/2020) em pronunciamento na Câmara.

Ao externar mais uma vez sua preocupação com o futuro dos ambulantes “que não têm condições financeiras para arcar com todas as taxas a pagar” no também denominado Centro Comercial Popular, ele pediu o apoio dos colegas vereadores na apreciação do Projeto de Lei de sua autoria que prevê uma parceria entre a Prefeitura e os vendedores ambulantes. “A aprovação é de fundamental importância para proteger esses pequenos comerciantes”, reforça Luiz da Feira, que se refere ao gestor do Shopping Popular como alguém, que “quer ser o dono do mundo e o nosso poder público praticamente não manda em nada”. Em tramitação na Câmara, o projeto deve ser votado nos próximos dias.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 110049 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]