Ministério da Justiça registra 194 crimes eleitorais nas primeiras horas de votação; Maioria foi por compra de votos

Polícia Federal auxilia Justiça Eleitoral na fiscalização das eleições.Polícia Federal auxilia Justiça Eleitoral na fiscalização das eleições.


O Ministério da Justiça informou, por meio de boletim, a ocorrência de 194 crimes eleitorais, até o momento deste domingo (15/11/2020), na Operação Eleições 2020. A maior parte dos registros foi de compra de votos (62). Em seguida, vêm boca de urna (56), desobediência às ordens da Justiça Eleitoral (38) e fatos e imputações inverídicas (16).

Também foram registradas concentração de eleitores (9), desordem que prejudique a votação (7), transporte de eleitores (5) e falsidade ideológica (1).

Os 81 crimes comuns relacionados às eleições registrados até o momento foram ameaça (33), furto (3), homicídio (3), tentativa de homicídio (2), lesão corporal (15), porte ilegal de arma de fogo (7) e briga (16).

Foram registrados ainda 14 crimes contra candidatos, entre ameaças (8), homicídios tentados contra candidato (4) e lesão corporal contra candidato (2).

A compilação dos dados é feita a partir do Centro Integrado de Comando e Controle Nacional (CICCN), em Brasília, que colhe as informações junto às autoridades federais e estaduais.

Outros boletins devem ser divulgados ao longo do dia.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]