Juiz eleitoral alerta sobre cumprimento da legislação no dia das Eleições 2020, sob pena de prisão e multa; Confira vídeo

Argenildo Fernandes dos Santos, juiz da 148ª Zona Eleitoral, que abrange os municípios de Itanhém e Vereda.
Argenildo Fernandes dos Santos, juiz da 148ª Zona Eleitoral, que abrange os municípios de Itanhém e Vereda.

Em vídeo, o juiz eleitoral Argenildo Fernandes dos Santos alertou que, no domingo (15/11/2020), data das Eleições 2020, a Justiça Eleitoral vai assegurar, na forma da Lei, o cumprimento do sufrágio sem interferência de forças econômicas, partidos, políticos e cabos eleitorais.

“Considera-se crime arregimentar o eleitor ou praticar boca de urna no dia da Eleição. A Justiça Eleitoral fara o possível para coibir essas práticas. Os que forem pegos, serão conduzidos à delegacia, autuados e responderão com penas que variam de 6 meses a um ano de detenção, além de multa, com valores que oscilam de R$ 5.300 a R$ 12.900”, declarou.

O juiz Argenildo Fernandes atua 148ª Zona Eleitoral, que abrange os municípios de Itanhém e Vereda.

Confira vídeo

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Carlos Augusto 9610 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).