Feira de Santana: Vereadora denuncia que cirurgia no HGCA prioriza paciente de outras cidades para “beneficiar prefeitos”

Aldney Bastos (Neinha): falo por conhecimento. Passei pelo Clériston, aprendi e deixei meu legado. Foi a minha escola. O que o povo teve de bom desde o dia que o PT assumiu o Clériston até hoje?
Aldney Bastos (Neinha): falo por conhecimento. Passei pelo Clériston, aprendi e deixei meu legado. Foi a minha escola. O que o povo teve de bom desde o dia que o PT assumiu o Clériston até hoje?

As cirurgias realizadas no Hospital Geral Clériston Andrade, conforme a vereadora e ex-servidora da unidade, Aldney Bastos (Neinha, DEM), atendem a necessidades de pacientes de outros municípios, enquanto os de Feira de Santana são esquecidos. “Quem em Feira não sabe que não se tem acesso (às cirurgias) porque o PT fechou as portas? As que aconteceram lá dentro foram de outras cidades para beneficiar seus prefeitos”, afirmou ela nesta terça-feira (24/11/2020), na Câmara, em discurso em que atacou o Partido dos Trabalhadores.

“Falo por conhecimento. Passei pelo Clériston, aprendi e deixei meu legado. Foi a minha escola. O que o povo teve de bom desde o dia que o PT assumiu o Clériston até hoje? ”, questionou. Ao comparar com as últimas gestões na Prefeitura, com José Ronaldo e Colbert Filho, ela disse que o Município possui hoje 8 policlínicas e 3 UPAs (Unidades de Pronto Atendimento). Enquanto isso, a única policlínica do Estado, no HGCA, “era para atender o povo, mas não absorve paciente”. Neinha também responsabiliza o Estado pela falta de cirurgias de varizes – tema que a motivou a fazer um relatório enquanto esteve presidente da Comissão de Saúde da Câmara – e de ortopedia, “que ocorreram em Feira de Santana há um tempo”.

Regulação não funciona

A vereadora criticou o sistema de regulação (transferência de pacientes graves para hospitais de alta complexidade) de responsabilidade do Estado. “Quantas pessoas em Feira chegam na porta do Clériston e dizem que são regulados?”.  Recordou ainda do dia que esteve no HGCA representando a Comissão de Saúde do Legislativo e o governador “não deixou o diretor do hospital falar, pois o povo que assume cargo do PT não tem voz ativa”. Atualmente, segundo a vereadora, está “uma loucura” no HGCA para pagar maqueiro, faxineiro etc, antes do dia 29 (data da eleição em segundo turno), “porque querem correr atrás e dizer que o 13 faz”.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 120542 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.