Feira de Santana: Vereador defende Colbert Martins Filho sobre detenção em 2012: “Também fui preso injustamente”

Josafá Ramos: nem por isto deixei de me manter na vida pública e hoje aqui estou, cumprindo um honroso mandato.
Josafá Ramos: nem por isto deixei de me manter na vida pública e hoje aqui estou, cumprindo um honroso mandato.

“Perdoe-me, mas eu também já fui preso injustamente”, disse o vereador Sargento Josafá Ramos (DEM), na Câmara, esta semana, ao contestar o vereador Roberto Tourinho (PSB), para quem o candidato a prefeito Colbert Martins Filho (MDB) estaria desqualificado para a gestão da cidade pelo fato de ter sofrido detenção no período em que ocupou cargo federal de secretário nacional de Turismo.

Para o vereador democrata, o mesmo que aconteceu com ele, que terminou por comprovar a sua inocência, ocorreu com o candidato à reeleição para o Poder Executivo Municipal. Josafá foi preso após greve da Polícia Militar, em 2012, quando ficou 43 dias detido no Batalhão de Choque da corporação, sob acusação, segundo ele, de “conduta delituosa” durante a paralisação. O processo o levou a ser expulso da PM.

Josafá diz ter sido “tudo mentira”, articulada pelo Governo do Estado, sob o comando do PT. A Justiça o considerou inocente e o policial foi reconduzido ao cargo com direito a receber remuneração pelo período em que esteve afastado. “Nem por isto deixei de me manter na vida pública e hoje aqui estou, cumprindo um honroso mandato”. O vereador Alberto Nery (PT), solidário ao colega, disse que ele foi preso “defendendo uma classe, e não por outro motivo”.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 110061 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]