Agricultor e suposto laranja do juiz Sérgio Humberto, Ronilson Pires movimentou cerca R$ 11,5 milhões e tem paradeiro desconhecido

Juiz Sérgio Humberto de Quadros Sampaio foi preso pela PF, em 23 de novembro de 2019, durante a 2ª fase da Operação Faroeste.
Juiz Sérgio Humberto de Quadros Sampaio foi preso pela PF, em 23 de novembro de 2019, durante a 2ª fase da Operação Faroeste.

A subprocuradora-geral da República Lindôra Maria Araujo, em denúncia apresentada à Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ), no dia 10 de novembro de 2020, informou que Ronilson Pires, agricultor e suposto laranja do juiz Sérgio Humberto de Quadros Sampaio, movimentou cerca R$ 11,5 milhões e que está com paradeiro desconhecido.

  • Ronilson Pires, agricultor e suposto laranja de Sérgio Humberto, cujo paradeiro não se sabe, até o presente momento, teve a quantia total de R$ 11.411.757,00 em movimentações suspeitas, entre 20/09/2018 e 11/09/2019, gravadas pela Unidade de Inteligência Financeira (UIF). (PGR, 10/11/2020, p. 172) [1]

O juiz Sérgio Humberto de Quadros Sampaio, então titular da 5ª vara de Substituições da Comarca de Salvador, foi preso pela Polícia Federal (PF) em 23 de novembro de 2019, durante a deflagração da 2ª fase da Operação Faroeste. A investigação federal apura corrupção em instituições de Estado, notadamente, que ocorrem no 1º e 2º graus do Poder Judiciário Estadual da Bahia.

_______________________

Referência

[1] Denúncia apresentada, em 10 de novembro de 2020, pela subprocuradora-geral da República Lindôra Maria Araujo, com nº PGR-1777/2020/AJCRIM/STJ/PGR/LMA, referente ao Inquérito nº 1258/DF, da Ação Cautelar Inominada Criminal (CAUINOMCRIM) Nº 26, que tem como requerente o MPF e requeridos Ilona Márcia Reis e outros, que tramita na Corte Especial do STJ e que tem como relator o ministro Og Fernandes.

Leia +

Ministro do STJ decreta prisão do juiz Sérgio Quadros Sampaio e estende provisória de alvos da ‘Operação Faroeste’; Caso envolve conflito fundiário em Formosa do Rio Preto e Santa Rita de Cássia

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Carlos Augusto 9609 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).