Feira de Santana: Duplicação de dois viadutos custa quase metade do que foi gasto na construção de quatro, diz vereador

Roberto Tourinho: um prefeito jamais poderia fazer uma obra tomando como base apenas a população do município.
Roberto Tourinho: um prefeito jamais poderia fazer uma obra tomando como base apenas a população do município.

O investimento de R$ 16 milhões na obra de duplicação de pistas que está sendo executada nos viadutos Francisco Pinto e Wilson Falcão, localizados nas Avenidas Nóide Cerqueira e Maria Quitéria, respectivamente, representa quase a metade do que foi aplicado (R$ 39 milhões) há uma década pela Prefeitura  na construção destes e dos outros dois equipamentos semelhantes (um localizado na rotatória da Cidade Nova e outro na avenida João Durval), de acordo com comparativo feito pelo vereador Roberto Tourinho (PSB), em  discurso na Câmara, nesta terça-feira (20/10/2020).

Para o vereador, a despesa é “irresponsabilidade e desperdício do dinheiro público”, porque na sua opinião é muito elevado o valor a ser gasto agora para as intervenções de ampliação. “Desde a época em que foram construídos, era notória a necessidade de uma pista duplicada”, pondera. Feira de Santana, diz Tourinho, tem uma frota de quase 200 mil veículos, além da grande quantidade que aqui circula procedente de cidades próximas. “Um prefeito jamais poderia fazer uma obra tomando como base apenas a população do município, porque somos uma cidade referência na nossa região”.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108757 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]