Adaptações tecnológica e de operadores marcam o primeiro dia experimental do BRT de Feira de Santana

Primeiro dia de operação experimental assistida do novo sistema de transporte BRT de Feira de Santana, serviu para ajustes tecnológicos em estações, ônibus e treinamentos de operadores.Primeiro dia de operação experimental assistida do novo sistema de transporte BRT de Feira de Santana, serviu para ajustes tecnológicos em estações, ônibus e treinamentos de operadores.

O primeiro dia de operação experimental assistida do novo sistema de transporte BRT (Bus Rapid Transit), em Feira de Santana, serviu para ajustes tecnológicos em estações, ônibus e treinamentos de operadores.

Desde às 6 horas desta quarta-feira (14/10/2020), motoristas, monitores, fiscais públicos de transporte e agentes de trânsito acompanharam a saída do primeiro ônibus BRT do Terminal Central, plataforma A5, com destino aos corredores das linhas BRT 1, na av. Getúlio Vargas, e BRT 2, na av. João Durval, trecho entre o viaduto JJ Lopes de Brito e o limite do Anel de Contorno.

Portas automáticas das estações de BRT, elevadores e rampas de embarque e desembarque dos ônibus, sistema de monitoramento em tempo real por GPS e posicionamento dos ônibus foram exaustivamente testados por técnicos da Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), engenheiros da Prefeitura e representantes das concessionárias São João e Rosa.

“Nossa equipe ainda está trabalhando, mas, até o momento, a avaliação é positiva para continuarmos a fase experimental com a presença de passageiros nos ônibus e estações”, avalia o secretário da pasta, Saulo Figueiredo.

Ao todo, são dez estações de BRT nas duas linhas, sendo seis delas na av. Getúlio Vargas e mais quatro na av. João Durval. Todas estão equipadas com moderno sistema de monitoramento por câmeras, portas com sensores de aproximação para abertura automática durante embarque e desembarque de passageiros.

Nesta fase experimental, segundo o secretário Saulo Figueiredo, é fundamental análise de todos dados de desempenho operacional relacionados a tempo de viagem, customização da infraestrutura e da prestação dos serviços aos clientes do BRT e adaptação da tecnologia ao novo sistema de transporte.

A frota que já está rodando na cidade é composta inicialmente por seis ônibus do tipo padron com 12 e 15 metros de comprimento, com capacidade média para transportar confortalvemente até 115 passageiros. O secretário também já garantiu que mais um ônibus articulado (do tipo sanfona) será apresentado pela Prefeitura de Feira nos próximos dias.

O cliente do BRT, ao embarcar em uma das dez estações encontrará também, em parte da frota, ônibus com ar condicionado e poltronas com portas USB disponíveis para o uso com smartphones e/ou tablets.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]