Vereadores abordam licitação milionária para empresa terceirizada atuar na Rede Municipal de Feira de Santana

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Alberto Nery: a empresa selecionada receberia R$ 150 milhões pelo serviço. Após uma ação no Ministério Público, foi descoberto que a vencedora beneficiaria outra empresa, ligada ao ex-prefeito José Ronaldo e a licitação foi anulada.

Os vereadores devem estar presentes na “licitação milionária” da ordem de mais de R$ 77 milhões que a Prefeitura de Feira de Santana vai realizar visando contratar empresa especializada em apoio administrativo e técnico operacional para atuar na Secretaria Municipal de Educação, prevista para o dia 13 de outubro. A recomendação é do vereador Alberto Nery (PT).

Em pronunciamento na Câmara, nesta quarta-feira (23/09/2020), ele disse que licitação no município é “sinônimo de corrupção” e por isso, os vereadores precisam ficar “de orelha em pé”, principalmente quando diz respeito z esta pasta, “constantemente alvo de denúncias pela quantidade de afilhados políticos contratados”. O oposicionista disse que os certames licitatórios do Município estão sempre acompanhados de fraude e citou como exemplo uma licitação para instalação da tecnologia de LED na iluminação pública da cidade. “A empresa selecionada receberia R$ 150 milhões pelo serviço. Após uma ação no Ministério Público, foi descoberto que a vencedora beneficiaria outra empresa, ligada ao ex-prefeito José Ronaldo e a licitação foi anulada”.

Relembrou a disputa para contratação de empresa responsável pelo recolhimento do lixo no município, em que “a perdedora ingressou com ação judicial solicitando a anulação do certame”.  Também mencionou o episódio de uma das cooperativas contratadas pelo Município, na área de saúde, “em que 10 pessoas foram presas e algumas estão com bens indisponíveis”.

Vereador ataca justificativa da Prefeitura para licitar R$ 77 mi em mão de obra terceirizada na educação

Não convence ao vereador Roberto Tourinho (PSB), justificativa da Secretaria Municipal de Educação, para contratar via licitação, no valor de R$ 77.411.980,80, uma empresa terceirizada de mão de obra destinada a atuar na Rede Municipal de Ensino. Em discurso na sessão desta terça-feira (22/09/2020) da Câmara, após divulgação do assunto em um veículo de comunicação na internet (o site Olá Bahia), o oposicionista disse não aceitar o argumento de que a Secretaria “não dispõe de recursos e materiais humanos efetivos e detentores de conhecimento especializado” e em razão dessas supostas carências fazer “mais uma licitação milionária”.

A proposta do Município é de contratação de auxiliares administrativos, assistentes financeiros, auxiliares de serviços gerais e motoristas para os quadros de pessoal da Educação. Segundo o vereador, as escolas da Prefeitura já contam com “mais de três ou quatro mil funcionários”. A licitação está prevista para o dia 13 de outubro.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113560 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]