Vereadora aborda Fake News sobre bebê que teria nascido morto no Hospital da Mulher em Feira de Santana

Aldney Bastos (Neinha): foram dizer que a criança morreu, vítima de maus tratos, e que depois que a mãe orou, ela reviveu.
Aldney Bastos (Neinha): foram dizer que a criança morreu, vítima de maus tratos, e que depois que a mãe orou, ela reviveu.

“Estão criando holofote político”, afirmou a vereadora Aldney Bastos (Neinha, DEM) nesta segunda-feira, na Câmara Municipal, sobre a fake news criada nas redes sociais a partir de um vídeo em que a mãe consagra a Deus sua filha, recém-nascida no Hospital Inácia Pinto dos Santos (Hospital da Mulher, pertencente a Prefeitura de Feira de Santana), este fim de semana. “Foram dizer que a criança morreu, vítima de maus tratos, e que depois que a mãe orou, ela reviveu”.

Na realidade, ela explicou, depois de um parto humanizado e com algumas complicações, “a mãe colocou sua filha no colo e a consagrou a Deus”. Neinha pediu que as pessoas procurem saber a verdade antes de compartilhar vídeos e fotos para evitar que notícias sejam disseminadas em redes sociais de forma equivocada, com sentido inverso.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109691 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]