Vereador alerta população para atualizar cadastro do SUS até dia 30 e solicita praças adaptadas para crianças com deficiências

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Cadmiel Pereira: temos recebido pleitos das pessoas e encaminhado para os órgãos competentes, em busca de intermediar soluções.
Cadmiel Pereira: temos recebido pleitos das pessoas e encaminhado para os órgãos competentes, em busca de intermediar soluções.

O Município pode perder recursos federais, caso a população não busque, em massa, o recadastramento no Sistema Único de Saúde (SUS). A preocupação está sendo manifestada pelo vereador Cadmiel Pereira (DEM), ao conclamar a todos em discurso na Câmara, até mesmo quem possui plano de saúde, para que cumpram esse dever até o dia 30 de setembro, quando vence o prazo já prorrogado pelo Ministério da Saúde. Ele lembra que pode haver, por parte das pessoas que não façam a atualização cadastral, dificuldade de acesso a cirurgias, atendimentos e regulações em unidades de saúde.

Em Feira de Santana, pode ser feito por meio da internet no link https://cadastro-sus-feira.paperform.co/#pag, ou de forma presencial nas unidades básicas de saúde. Os documentos necessários: RG ou certidão de nascimento, CPF ou cartão SUS e comprovante de residência em nome do usuário ou de algum parente de primeiro grau. Uma única pessoa da família poderá fazer o cadastro dos demais moradores. A atualização do cadastro é uma determinação do Governo Federal, que instituiu um novo modelo de financiamento para a Atenção Primária, sendo referência para a transferência de recursos da União às prefeituras.

Praças adaptadas para crianças portadoras de deficiências, uma carência em Feira

A construção de praças nos diversos bairros e distritos, adaptadas para crianças portadoras de deficiências como síndrome de Down, poliomielite, autismo, entre outras, devem ser prioridade, em Feira de Santana, defende o vereador Cadmiel Pereira. Em discurso na Câmara, esta semana, ele propôs o investimento como forma de inclusão e acolhimento, qualidade no lazer e na prática de esportes, que resultam em melhorias na saúde desses cidadãos. “Afinal, Feira é uma cidade inteligente, viva”, justifica o vereador, cujo mandato é dedica atenção especial ao interesse das famílias que cuidam de pessoas com necessidades especiais. Suas propostas, argumenta Cadmiel, nascem de visitas às comunidades, nos distritos, bairros e igrejas, bem como de observação das manifestações registradas em redes sociais. “Temos recebido pleitos das pessoas e encaminhado para os órgãos competentes, em busca de intermediar soluções”.

Algo na área de atendimento a estudantes portadores de deficiências está em curso no antigo Feira Tênis Clube, observa o vereador.  Prédio de valor histórico para a memória da cidade, que se encontrava abandonado, foi desapropriado pela Prefeitura, no início de 2019, para construção do Centro de Educação Complementar. É um equipamento voltado a alunos e professores da Rede Municipal de Ensino. A obra inicial é a implantação das novas instalações Intereduc, órgão da Secretaria de Educação para suporte aos estudantes com necessidades especiais. “Aquele local vai sediar um centro tecnológico de educação que nenhuma cidade do interior já teve”, diz Cadmiel.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 123178 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.