Setor Florestal da Bahia gera 230 mil empregos e investe em desenvolvimento social

Projetos sociais da Bracell beneficiam 64 mil baianos em três regiões.
Projetos sociais da Bracell beneficiam 64 mil baianos em três regiões.

Responsável por gerar 230 mil empregos e contribuir com 5,4% do PIB estadual, o setor florestal potencializa a economia da Bahia, mas também investe no desenvolvimento social onde os investimentos estão alocados. É o que aponta a agenda positiva institucional que o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), vem construindo com o segmento, desde o final do ano passado. A Bracell, que faz parte do grupo Royal Golden Eagle (RGE), e é uma das maiores produtoras de celulose solúvel e celulose especial no mundo, com duas operações principais no Brasil – em Camaçari (BA) e em Lençóis Paulista (SP), é um desses exemplos.

A Bracell na Bahia produz anualmente 500 mil toneladas de celulose solúvel, gera 4 mil empregos diretos e atua em 35 municípios da Região Metropolitana de Salvador, Litoral Norte e Agreste. Seus projetos sociais beneficiam diretamente 64 mil pessoas das comunidades do entorno dessas cidades. Em 2019, a produção da empresa rendeu uma arrecadação de R$ 8 milhões em impostos municipais e R$ 2 milhões em imposto estadual.

“Abrigamos a Bracell, uma das maiores produtoras do mundo de celulose solúvel, um exemplo de qualidade, tecnologia e desenvolvimento sustentável, mas seu comprometimento com nosso estado vai além, o investimento em desenvolvimento social beneficia mais de 60 mil pessoas em três territórios da Bahia. E é isso que construímos neste relacionamento importante com o setor: queremos desenvolvimento econômico atrelado ao desenvolvimento social e humano”, declara o vice-governador João Leão, secretário de Desenvolvimento Econômico.

Um dos projetos mantidos pela companhia é o programa de incentivo ao empreendedorismo rural na região do Litoral Norte e Agreste da Bahia. De acordo com Mouana Fonseca, gerente de Relações Institucionais e Responsabilidade Social da Bracell BA, a empresa tem trabalhado no intuito de contribuir para que as associações aprimorem a organização financeira e gestão. “O programa de empreendedorismo da Bracell capacita as lideranças para que consigam elaborar projetos e acessem editais que incrementem seus negócios sociais, dando-lhes mais autonomia. Só este ano, tivemos quatro grupos produtivos com projetos acessando editais”, explica.

Projetos

Os editais são da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), por meio da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), em parceria com a SDE e a Secretaria do Planejamento (Seplan). Três associações comunitárias ligadas à agricultura familiar, duas no município de Entre Rios e uma em Catu, vão receber cerca de R$ 180 mil. A verba vai garantir a segurança alimentar e nutricional diante da redução do cultivo causada pela pandemia da Covid-19 e deverá beneficiar cerca de 60 famílias de associados.

A Associação de Produtores do Povoado de Prata e Região e a Associação de Agricultores Familiares Mãos Unidas do Imbé e Região irão receber recursos para a produção de alimentos básicos, como hortaliças, frutas, raízes e tubérculos. Já a Associação Comunitária e de Agricultores Familiares da Fazenda Panelas, em Catu, obterá recursos para construir uma horta coletiva no sistema de mandala, aliada à criação de galinhas poedeiras. O quarto projeto selecionado é da
Cooperativa de Trabalho das Costureiras de Inhambupe e Região (Coopecir), que vai produzir 100 mil máscaras artesanais, destinadas pelo Governo do Estado às pessoas em vulnerabilidade social e econômica.

“No começo, não tínhamos informações de gestão, administração de uma cooperativa. Sabíamos costurar. Mas, com a ajuda da Bracell, com as assessorias focadas em cada área, ficamos mais fortes. A vida de todo mundo mudou, principalmente das cooperadas. Antes, elas não tinham renda para contribuir em casa. Hoje, essa realidade mudou. Elas podem ajudar, estão conquistando a independência financeira e voltando a estudar”, orgulha-se a presidente da cooperativa, Jivânia Costa Santos Barbosa.

Projetos sociais da Bracell beneficiam 64 mil baianos em três regiões.
Projetos sociais da Bracell beneficiam 64 mil baianos em três regiões.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108891 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]