Núcleo de ressocialização para homens agressores de mulheres será criado em Feira de Santana

Gerusa Sampaio: já foram iniciadas as reuniões para criação do núcleo, previsto para começar a funcionar no mês de setembro.
Gerusa Sampaio: já foram iniciadas as reuniões para criação do núcleo, previsto para começar a funcionar no mês de setembro.

Previsto em lei municipal, de número 3.790/2017, o Núcleo Transformando Caminhos, órgão formado de equipe multidisciplinar (psicólogos, assistentes sociais, psiquiatras, pedagogos e enfermeiros) com o objetivo de ressocializar homens que agridem mulheres vai ser criado pela administração municipal.

A informação é da vereadora autora da lei, Gerusa Sampaio (DEM), após conversa com o prefeito Colbert Martins Filho (MDB). “Dialogamos sobre a aplicação da lei. Já foram iniciadas as reuniões para criação do núcleo, previsto para começar a funcionar no mês de setembro. Quero agradecer a sensibilidade do prefeito. Ele disse que se é lei, tem de ser cumprida”.

Gerusa lembra que em Feira de Santana existe uma rede atuante de proteção à mulher. Ela defende que o homem agressor precisa ser punido, como manda a Justiça, “mas ele precisa ser tratado, voltar para o convívio na sociedade e não pode continuar com o mesmo comportamento agressivo, fazendo novas vítimas”.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 110959 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]